Share Button

Dois Tesouros

No sermão do monte, Jesus introduziu seu ensinamento sobre prioridades e foco na vida com estas palavras: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (Mateus 6:19-21).

Alguns interpretam estes versículos como obrigação de tomar votos de pobreza para serem discípulos de Cristo, entendendo as palavras de Jesus como proibição de contas de poupança, investimentos e planos de previdência. Uma preocupação exagerada com a segurança financeira é sintoma da atitude condenada por Jesus, mas o ensinamento aqui trata de algo mais profundo e fundamental em nossa abordagem à vida.

Tesouro, aqui, não é apenas coisa, nem necessariamente coisa de valor, mas se refere às coisas que valorizamos como as mais importantes. Não é uma simples regra que condena o rico e exalta o pobre, pois o pobre pode ter seus tesouros na terra e o rico, seus tesouros no céu! O desafio apresentado por Jesus é questão de perspectiva. Ou vivemos com o foco neste mundo, buscando coisas e prazeres desta vida terrestre, ou mantemos o foco na eternidade e no próprio Deus eterno que nos criou.

Esta escolha entre dois tesouros exige de nós uma perspectiva eterna. Se entendermos a nossa existência no contexto eterno, e acreditarmos que o maior objetivo da vida é honrar e adorar o nosso Criador, vamos viver e tomar decisões de acordo com estas prioridades. A experiência cotidiana reforça constantemente o ensinamento bíblico sobre a fragilidade e brevidade da vida neste mundo material. Pessoas dedicam todo o seu esforço e todos os seus recursos ao acúmulo de bens, e depois morrem e deixam tudo para trás. O autor de Eclesiastes comentou sobre esta realidade: “E, se tais riquezas se perdem por qualquer má aventura, ao filho que gerou nada lhe fica na mão”(Eclesiastes 5:14). E mesmo se não perder as coisas durante a vida, não levaremos nada desta vida para a eternidade. Quem vive focado neste mundo é igual ao rico insensato descrito por Jesus. Ele vivia acumulando as coisas e planejando uma aposentadoria de lazer quando foi avisado que morreria: “Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?” (Lucas 12:20).

Mesmo durante esta vida, o dinheiro não compra a felicidade e não satisfaz o coração: “Quem ama o dinheiro jamais dele se farta; e quem ama a abundância nunca se farta da renda; também isto é vaidade” (Eclesiastes 5:10). O mesmo autor acrescenta: “Todo trabalho do homem é para a sua boca; e, contudo, nunca se satisfaz o seu apetite” (Eclesiastes 6:7).

Em contraste com a futilidade de acumular tesouros nesta vida, Jesus nos chama ao investimento eterno. Mas devemos ter cuidado de não distorcer este ensinamento em mais uma busca egoísta. Muitas pessoas imaginam o céu em termos egoístas, até ao ponto de algumas religiões descreverem abundância de vinho e virgens bonitas para satisfazer os desejos dos homens. Na mensagem de Cristo que chama os ouvintes a se esvaziarem para serem cidadãos do reino dos céus, seria totalmente contraditória incentivar desejos egoístas. O tesouro no céu descrito aqui é o singular desejo de ver Deus glorificado por toda a sua criação por toda a eternidade. Os comentários por Jesus na continuação da mensagem mostram o sentido deste desafio, chegando ao contraste entre serviço a dois senhores: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:24). Jesus nos convida a escolher o objetivo principal que nos ocupa nesta vida. Ou vivemos para o presente, ou vivemos para a eternidade.

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA