Share Button

Atletas Depois do Infarto

Recentemente acompanhei a minha esposa numa consulta na qual o médico orientou sobre alterações necessárias no cotidiano para aliviar problemas de tendinite. Explicou que a causa da dor dela está nos movimentos das atividades normais, mas que agora o corpo está exigindo modificações na rotina da vida. Ele usou uma ilustração interessante: muitas pessoas se tornam atletas depois de sofrerem ataques cardíacos. Antes do coração gritar e a vida quase terminar, a pessoa comia o que queria, engordava sem preocupação e evitava atividades físicas. Depois do infarto, depois de quase perder tudo, ela muda os hábitos e começa a praticar atividades físicas com dedicação, acreditando na importância destas mudanças para prolongar a vida.

Quando se trata da vida espiritual, a nossa tendência não é a mesma? Muitas pessoas passam décadas da vida sem nenhuma preocupação com a eternidade. Vivem conforme seus próprios desejos sem pensar sobre questões espirituais e eternas. Ocupam-se com a busca da felicidade nesta vida, até acumulando coisas materiais, mas não se preparam para o fim desta existência terrestre. Mas se tiver alguma experiência traumática onde quase perde a vida, a mesma pessoa pode se despertar e começar a se preocupar com a sua eternidade. Conheço pessoas que começaram a buscar a Deus depois de sofrerem acidentes ou doenças graves. Depois de perceberem que poderiam chegar à eternidade num instante, começam a se preparar. Preocupam-se com a alimentação espiritual e com as atividades que levam à comunhão com Deus, pois não querem chegar à eternidade despreparadas. Espiritualmente, se tornam atletas depois do infarto!

Jesus falou sobre esta tendência numa parábola. Ele descreveu um homem rico que vivia acumulando coisas materiais. No contexto atual, este homem estaria depositando dinheiro no banco, acumulando investimentos, comprando carros, apartamentos e casas de praia. Ele faria seus planos com toda a intenção de usufruir destes bens durante muitos anos. De repente, Deus avisa que a vida aqui já acabaria! E agora? Jesus descreve esta mentalidade, a mesma que domina a vida de muitas pessoas hoje (sejam ricas ou pobres), como loucura: “Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus” (Lucas 12:20-21).

Em outra ocasião, Jesus convidou seus ouvintes a se tornarem discípulos, descrevendo o sacrifício de autonegação necessário para seguir o Mestre. Para reforçar a seriedade desta decisão, ele perguntou: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca de sua alma?” (Marcos 8:36-37).

Mesmo quando acreditamos em Deus e nos conceitos de um julgamento final e uma separação eterna, é muito fácil nos enganar, adiando ou até recusando as mudanças necessárias. É comum pensar como aquele rico: “Então, direi à minha alma: tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te” (Lucas 12:19). É loucura imaginar que nosso caso será diferente, que nós vamos nos esquivar do inevitável. É póssível viver poucos anos ou mais de um século, mas este tempo passa como vapor: “Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa” (Tiago 4:14). Tiago incentiva o leitor a aproveitar a oportunidade presente para fazer o bem e servir a Deus: “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando” (Tiago 4:17). Aproveite a oportunidade que tem hoje para buscar e servir ao Senhor.

Precisamos lembrar que nem todos terão a oportunidade de se tornar atletas depois do infarto. Em 2003, 83.000 brasileiros morreram por causa de ataques cardíacos (Fonte: DATASUS). Estas pessoas não se tornam atletas depois do infarto, pois não houve um “depois” nesta vida.

E quantos de nós caminhamos para a eternidade despreocupados? A realidade inevitável desta vida passageira é a morte. É loucura deixar os dias passarem sem se preparar para o fim: “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Coríntios 5:10).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA