Share Button

Por Que Acreditar numa Mentira?

A confusão religiosa e suas variadas doutrinas contraditórias provam que o diabo e seus servos são enganadores eficientes (João 8:44). O problema não vem de Deus, “... porque Deus não é de confusão, e sim de paz” (1 Coríntios 14:33). Partindo desta afirmação das Escrituras, percebemos que as muitas falsas doutrinas ensinadas em diversas igrejas hoje não são de Deus. Não é surpresa que o mesmo mal que vem pervertendo e negando as palavras de Deus desde o Jardim do Éden esteja ainda plantando as sementes do engano. Ele até encontra pastores prontos a servir como seus cúmplices na pilhagem dos fracos cordeirinhos. Paulo avisou os pastores de Éfeso sobre o perigo de surgirem homens maus no seu meio: “Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles” (Atos 20:29-30). Paulo acertou na mosca quando previu esta tendência de alguns líderes religiosos.

É muito fácil culpar os líderes e fingir que as pessoas comuns são apenas vítimas inocentes. É fácil apontar o dedo para os outros para fugir da nossa própria responsabilidade: “Eles não devem mentir. Eles não devem enganar. Eles não devem torcer as palavras de Deus para fins egoístas. Mas nós somos apenas ovelhas enganadas e inocentes”. É conveniente e confortável imaginar que os enganadores serão os únicos culpados na história. Conveniente, confortável e errado! Esta noção nada mais é do que o autoengano de pessoas que mentem para si para ignorar sua própria responsabilidade. É errado mentir. Mas, também, é errado acreditar na mentira!

Mas como alguém se deixaria enganar? Paulo oferece uma explicação dos motivos para acreditar em mentiras em 2 Tessalonicenses 2:9-12. Aqueles que são enganados pela astúcia de Satanás “não acolheram o amor à verdade para serem salvos”. Não é suficiente conhecer a verdade, temos que amar a verdade. Há muitas pessoas que estudam a Bíblia por curiosidade ou vaidade ou razões acadêmicas, mas que não abordam as Escrituras com a humildade necessária para permitir ao Senhor mudá-las e moldar o seu caráter. Elas não amam a verdade, e são assim presas fáceis para o diabo.

Paulo menciona outro fator: “deleitaram-se com a injustiça” (2 Tessalonicenses 2:12). Quando queremos uma desculpa pelo pecado em nossa vida, não estudaremos a Bíblia com um coração honesto e aberto. Você pode frequentemente ouvir esta atitude nos comentários daqueles que querem defender suas práticas pecaminosas: “Onde se diz na Bíblia que eu não posso. . . ?” A atitude adequada não defende o mal e não procura se justificar porque ninguém mostra uma proibição explícita dos seus atos. A pessoa que quer agradar a Deus faz suas perguntas de outra forma: “O que o Senhor quer que eu faça?” Quando somos determinados a justificar nossos pecados não entendemos a verdade. Enquanto mantemos nosso desejo de pecar, nossas mentes são carnais e incapazes de discernir a riqueza espiritual da mensagem de Deus (1 Coríntios 2:14).

Por que alguém acreditaria numa mentira? Porque a verdade frequentemente exige transformações penosas que a maioria das pessoas não quer fazer. É difícil amar a verdade quando ela mexe profundamente com a minha vida. Como vou amar algo que quer me mudar de dentro para fora? Como vou aprender gostar de uma mensagem baseada nos princípios de autonegação, sacrifício total e submissão completa? Não se engane, pois são exatamente estas coisas que Jesus exige de nós: “Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Marcos 8:34). Enquanto muitos hoje pregam uma mensagem diluída e suave, Jesus pregou uma doutrina tão radical e revolucionária que ele comparou as transformações necessárias em figuras chocantes: cortar fora a mão ou arrancar o olho (Mateus 5:29-30). É difícil amar uma verdade que tem o propósito de matar o meu homem egoísta para deixar nascer um novo homem totalmente reformado pela palavra de Deus.

Mas se não aprendemos amar a verdade, seremos enganados e rejeitados. O caminho do Senhor é difícil e solitário, mas conduz à vida eterna (Mateus 7:13-14).

–por Dennis Allan

Versão menor deste artigo:

Por Que Acreditar numa Mentira?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA