Share Button

Duas Vozes

Todos nós ouvimos vozes. Não falo de um louco que imagina conversas, nem da noção de alguma voz sobrenatural que sussurra mensagens à subconsciência. Falo de realidades na vida de todos. Ouvimos vozes quando damos atenção à influência de pessoas e ideias.

Como a Bíblia frequentemente enfatiza escolhas entre dois caminhos e dois destinos (Mateus 7:13-14; Deuteronômio 30:15), não deve nos surpreender ao descobrir que ela também apresenta um contraste entre duas vozes. Ouvimos uma ou a outra!

A primeira é chamada de "voz da transgressão". Davi, o segundo rei de Israel e autor de mais do que a metade do livro de Salmos, disse: “Há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos. Porque a transgressão o lisonjeia a seus olhos e lhe diz que a sua iniqüidade não há de ser descoberta, nem detestada”(Salmo 36:1-2).

Pessoas que escutam a voz da transgressão podem se achar espertas e astutas, e podem até ganhar a admiração dos outros. Mas vivem no auto-engano, e suas aventuras rebeldes não terão um final feliz.

O triste fato é que muitos de nós ouvimos a voz da transgressão. Ela oferece o atraente fruto proibido e promete a liberdade para pecar sem consequência. Apesar das abundantes advertências contra o pecado, ela tenta nos convencer que nosso caso será diferente. Persuadidos por esta voz, pensamos que nosso pecado não será descoberto e, afinal de contas, não é nada tão grave. Ela pode até tentar nos convencer que o pecado trará benefícios, que seja a melhor escolha para nosso bem. Não foi este o argumento que a serpente usou para enganar Eva no Jardim? A voz da transgressão nos engana!

A segunda é chamada de "voz da sabedoria". Provérbios capítulo 8 fala desta voz que nos chama. A sabedoria é personificada neste capítulo, e ela levanta a sua voz e chama as pessoas a escutarem: “A vós outros, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens.... Ouvi, pois falarei coisas excelentes; os meus lábios proferirão coisas retas. Porque a minha boca proclamará a verdade; os meus lábios abominam a impiedade.... Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado” (Provérbios 8:4,6,7,19).

A sabedoria se baseia no temor do Senhor (Provérbios 8:13). A verdadeira sabedoria é oposta à astúcia rebelde, pois a astúcia procura se livrar da autoridade de um superior, enquanto a sabedoria se submete, voluntariamente, à autoridade do Criador. Como já observamos em Salmo 36:1, o ímpio foge deste temor e recusa ouvir a voz da sabedoria. O sábio, porém, busca entendimento da vontade de Deus. “O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino” (Provérbios 1:7).

Para muitos, a busca da sabedoria de Deus parece uma tarefa chata e tediosa, enquanto os prazeres da carne e as atrações do mundo parecem interessantes e agradáveis.

Mas outros se dedicam à compreensão da vontade de Deus revelada nas Escrituras e aprendem apreciar o doce gosto desta sabedoria. Davi disse que os preceitos de Deus “São mais desejáveis do que ouro, mais do que muito ouro depurado; e são mais doces do que o mel e o destilar dos favos. Além disso, por eles se admoesta o teu servo; em os guardar, há grande recompensa” (Salmo 19:10-11).

O autor do maior Salmo na Bíblia disse ao Senhor: “Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais que o mel à minha boca. Por meio dos teus preceitos, consigo entendimento; por isso, detesto todo caminho de falsidade” (Salmo 119:103-104).

Duas vozes: a voz da transgressão e a voz da sabedoria. Decidimos ouvir uma e rejeitar a outra.

Escolhe bem a voz que ouvirá. E não se engane: a sua decisão terá implicações eternas!

– por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA