Share Button

Os Corações que Nada Sentem

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca” (Apocalipse 3:15-16).

A condição mais desesperada do coração humano é aquela na qual não sentimos nada, nem a respeito de Deus. Se nós absolutamente não pudéssemos sentir mais nada, estaríamos além de qualquer esperança.

A linguagem mais forte nas Escrituras é reservada para os fracos de coração, aqueles que simplesmente não ligam para Deus, por bem ou por mal. Por este motivo é triste observar que o nosso mundo é um mundo que está se tornando cinzas. A vida moderna é quase totalmente definida pela indiferença e tédio que nos anulam. Enfeitados da maneira que somos, a maioria das doenças sociais mais agudas são sintomas de um vazio crônico do coração. Nós nos tornamos, como T.S. Eliot disse, “homens vazios”. E este vazio, o nada que vem do cansaço do mundo, é assustador em sua implicações. Jamais estamos mais próximos do inferno do que quando os nossos corações não sentem...nada.

Muitas vezes pensamos no coração “endurecido” como um que é raivoso e desafia a todos pela vontade própria. Mas o coração mais duro de todos é aquele que não sente mais nada, nem o ódio. Deus nos deu corações que foram feitos para responder. Quando não fizerem mais isto, quando os sentimentos naturais de amor e gratidão não são sentidos nem pelos atos de Deus, estamos em grave perigo. É bom sermos alertados a respeito daqueles que são “sem afeição natural” (Romanos 1:31) e aqueles que estão “insensíveis” (Efésios 4:19). Estes termos podem parecer extremos, porém é assim que todos nós estamos nos direcionando se não deixarmos os nossos corações respondermos a Deus da maneira que deveriam.

Uma das frases mais memoráveis na Bíblia se encontra em Hebreus 4:15. Aí diz que Cristo, como o nosso Sumo Sacerdote, pode “compadecer-se das nossas fraquezas”. Este é um pensamento incrível. Jesus Cristo se compadece das nossas fraquezas e se aproxima de nós com amor. Mas o que nós sentimos? Em direção de quem nós nos movemos? Experimentamos a nossa fé como algo que pode se acreditar intelectualmente e sentir emocional-mente? Se os nossos corações não sentem nada, “já é hora de vos despertardes do sono (Romanos 13:11). É mais tarde do que pensamos.  

No mundo é chamado de tolerância, mas no inferno é chamado de desespero....
O pecado que acredita em nada, interfere em nada, goza de nada,
Odeia nada, acha propósito em nada, vive por nada,
E permanece vivo porque não há nada para o qual morreria.
(Dorothy Sayers)

–por Gary Henry

Leia mais sobre este assunto:
Escondendo-se de Deus
O Fim de Todo o Nosso Desejo

A Capacidade de nos Alegrar
Um mundo cansativo

Na imagem de Deus

Achando prazer nos nossos deveres

O “Sim” Ardente

A procura do amor

Servir a Deus ajudará você e a sua família a enfrentar os desafios modernos

A nossa necessidade pelo relacionamento

As qualidades essenciais do verdadeiro discipulado

A religião daqueles que não se incomodam

Nossa necessidade mais profunda, nossa maior recompensa

O Princípio da Sabedoria

Diligentemente buscando a Deus

Um mundo quebrado

Fazer o que devemos: As chaves para a consistência

O Trabalho que, Enfim, Falha


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA