Share Button

"Sejam Santos, Pois Eu Sou Santo"

Depois que Deus libertou os israelitas da escravidão no Egito, a primeira parada deles foi no Monte Sinai. Num encontro memorável com Deus, Moisés recebeu a lei que guiaria os israelitas durante 1500 anos.

Os pormenores dessa lei, às vezes, parecem tediosos, especialmente porque sabemos que ela não se aplica mais (veja Romanos 7:6; Gálatas 3:23-27). Mas no meio de todas as regras, encontramos uma passagem preciosa que explica a base de todas as leis divinas. Em Levítico 11:44-45, Deus desafia os israelitas com estas palavras: "Sejam santos, pois eu sou santo." Ele não queria que seu povo escolhido visse esta lei como uma coleção cansativa de ordenações sem significado, mas como um meio de criar e preservar o caráter santo que Deus deseja que seus amados tenham.

O caráter santo de Deus é o fundamento de cada lei que ele tem revelado ao homem. Ele criou o homem para ser um imitador espiritual da sua perfeição divina (feito à imagem de Deus ­ Gênesis 1:27). Revelando a si mesmo e sua vontade, ele tem continuamente desafiado suas criaturas a serem como o Criador. Considere três passagens que ilustram como a natureza de Deus é a base de sua lei:

1. Êxodo 19 e 20. O capítulo 20 contém os Dez Mandamentos, a parte mais familiar do pacto do Velho Testamento. Antes de Deus dizer estas palavras, ele revelou seu poder e santidade numa demonstração espantosa, completa com trovão, relâmpago, fumaça, fogo e terremoto. A lei foi baseada na pessoa de Deus.

2. Mateus 28:18-20. Jesus deu a um humilde grupo de 11 pessoas a responsabili-dade de levar o evange-lho ao mundo. O que lhe deu o direito de fazer tal exigência? O "portanto" do versículo 19 indica a exaltada posição de Cristo descrita no versículo 18. Por ser ele quem é, os onze obedeceram e nós devemos obedecer.

3. Atos 2:36-38. A poderosa conclusão de Pedro, no sermão do Pentecostes, mostra Jesus no trono como Senhor (com toda autoridade) e Cristo (aquele ungido escolhido por Deus). A resposta natural de seus ouvintes culpados foi: "Que faremos?" Pedro ordenou que eles se arrependessem e fossem batizados para a remissão dos pecados. Não é um mandamento vazio, mas um que é baseado na divina natureza de Jesus.

Deus espera que o sirvamos e sejamos santos por uma única razão: ELE É SANTO!

­por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA