Share Button

“Saberão que Eu Sou o Senhor”

“Saberão que eu sou o Senhor, seu Deus, quando virem que eu os fiz ir para o cativeiro entre as nações, e os tornei a ajuntar para voltarem à sua terra, e que lá não deixarei a nenhum deles” (Ezequiel 39:28). As mensagens do profeta Ezequiel, comunicadas ao povo de Israel no 6º século a.C., relatam mais de 60 vezes que Deus usou este refrão: “Saberão que eu sou o Senhor. O versículo citado acima é a última vez que a frase aparece, e um exemplo perfeito do uso destas palavras no livro de Ezequiel, porque trata da justiça e da graça do Senhor. Ao longo do livro, Deus se manifesta de várias maneiras:

(1) Deus mostra sua divindade quando castiga os malfeitores. A justiça de Deus é uma qualidade fundamental vinculada à sua perfeita santidade. Ao castigar os perversos, ele mostra a sua divindade. No livro de Ezequiel, ele traz a justiça contra a nação rebelde de Israel (6:7; 11:10; 23:49; etc.) e contra os falsos profetas e líderes que conduziam o povo à destruição (13:9,21). Ele também castiga as nações gentias, mostrando sua soberania como Senhor dos senhores (25:5-7,11,17; 28:22; 29:9; cf. Daniel 4:32). Só Deus executa a justiça perfeita no julgamento das nações.

(2) Deus mostra sua divindade quando estende sua misericórdia. Quando Deus aceita de volta e promete amar Israel, sua esposa infiel, ele demonstra a graça não merecida pela nação pecadora (16:62). Ele disse: “Sabereis que eu sou o Senhor, quando eu proceder para convosco por amor do meu nome, não segundo os vossos maus caminhos” (20:44). Só Deus é capaz de dar vida a uma pessoa ou a uma nação que está morta no pecado (37:6,13; cf. Efésios 2:5).

(3) Deus mostra sua divindade quando fala para guiar o homem. Porque ele é Deus, tem o direito e a capacidade para guiar as suas criaturas. Fora o livro de Ezequiel, os outros livros em que mais aparece a afirmação “Eu sou o Senhor” são os livros de Êxodo e Levítico, livros em que Moisés relata os mandamentos dados aos israelitas. Quando Deus resume a história do povo, em Ezequiel 20, ele vincula os seus mandamentos à sua divindade: “Eu sou o Senhor, vosso Deus; andai nos meus estatutos, e guardai os meus juízos, e praticai-os” (20:19).

No Novo Testamento, Paulo falou dos mesmos aspectos do caráter divino como motivos para nossa obediência à palavra do Senhor: “Considerai, pois, a bondade e a severidade de Deus...” (Romanos 11:22).

–por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:

"Sejam Santos, Pois Eu Sou Santo"
Jesus: “Eu Sou”
(mp3)

Quem Dizeis Que Eu Sou?

“Quem dizeis que eu sou?”

Por que Adoramos?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA