Share Button

Estudo Textual: Efésios 3:1-21
O Mistério de Cristo

"O Mistério Revelado" (3:1-7).
  Paulo estava na prisão porque os judeus levantaram um clamor por causa do seu trabalho com os gentios, crendo que ele até os tinha levado ao templo (veja Atos 21:27-33). Mas Paulo estava simplesmente completando uma obra que lhe tinha sido confiada por Deus. Ele chama esta obra a revelação de um mistério (3:3). Observe o processo desta revelação:

Deus planejou o que estava oculto em Cristo antes da fundação do mundo (lembre-se de Efésios 1:3-6).

O mistério foi revelado a Paulo e a outros apóstolos e profetas por Cristo, através do Espírito Santo (3:5; veja também João 14:25-26; 16:12-13).

Os apóstolos e profetas escreveram o que foi revelado (3:3-4).

Entendemos quando lemos (3:4).

O mistério de Cristo foi revelado para ser entendido. A verdade foi revelada e a entendemos lendo. Não por sentimento, nem por visões, nem pelo que a igreja ou o pastor ou pregador diz!

O mistério de Cristo é que judeus e gentios são reunidos como um só, no corpo de Cristo, a igreja (veja 1:21-22).

"A Multiforme Sabedoria de Deus"  (3:8-13). Paulo via a pregação como uma grande graça de Deus, que lhe permitia manifestar riquezas espirituais que tinham estado ocultas desde o começo dos tempos (3:8-9). Quando a vontade de Deus é pregada, sua grande sabedoria é mostrada através do que ele cumpriu em Cristo. Ele reúne todas as pessoas  salvas, sejam judeus ou gentios, em um só corpo, exatamente como ele planejou desde o começo dos tempos! (3:11) Quando pregadores pregam sua própria vontade, as pessoas não são salvas nem reunidas num só corpo, mas são perdidas e divididas em denominações (3:12-13).

"Infinitamente Mais" (3:14-21). Veja como Paulo ora diligentemente para que os irmãos de Éfeso cresçam em Cristo:

Ele ora ao Pai por todas as famílias da terra (3:14-15). Todos os salvos são seus filhos, numa família espiritual.

Ele ora para que sejam tão fortes como Deus é glorioso! (3:16) Em Cristo recebemos o poder de Deus. Não há necessidade de nos sentirmos fracos e nos rendermos às tentações.

Ele ora para que Cristo esteja nos corações deles (3:17). Geralmente, ele ora para que eles estejam "em Cristo", mas agora ele ora para que Cristo esteja neles e lhes dê força espiritual, e os fixe no amor.

Ele ora pelo pleno entendimento, por eles, do amor de Cristo, "para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus" (3:18-19). Somente quando crescemos no amor de Cristo receberemos a plenitude de Deus!

Paulo ora com confiança porque sabe que Deus tem poder para atender às orações de modo infinitamente mais completo do que podemos pedir ou sequer imaginar (3:20-21). Precisamos de confiança quando oramos de acordo com a vontade de Deus!

Perguntas para mais estudo:

Como Deus planejou para que entendamos o que ele revelou? (3:4-5)

O que é mostrado quando a revelação de Deus é pregada? (3:9-10)

O que Deus é capaz de fazer por aqueles que são fortalecidos nele? (3:20-21)

- por Carl Ballard

Leia mais sobre este assunto:
A Revelação do Plano de Deus: A História do Plano da Redenção

O Propósito Eterno de Deus

A Revelação de Deus- Uma Vista Panorâmica da Bíblia


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA