Jesus foi Tentado, mas Não Pecou

A Bíblia claramente apresenta Jesus como a pessoa mais importante que já viveu na Terra. Ele é descrito como o Verbo no início do relato do evangelho escrito por João: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (João 1:14).

A vinda de Jesus ao mundo tinha vários objetivos. Entre eles: 1. Sacrificar-se pelo pecado; 2. Vencer a morte na ressurreição; e 3. Abrir o acesso a Deus e ao céu.

Mas há outro objetivo destacado em alguns trechos do Novo Testamento que falam sobre a vitória de Jesus sobre a tentação. Por meio desta batalha, ele se qualificou como nosso Sacerdote e Salvador e nos ofereceu um exemplo de vitória sobre o pecado para nos ajudar quando enfrentamos tentações.

Vamos considerar alguns fatos importantes sobre a vida de Jesus, especialmente o significado de sua vitória sobre a tentação.

A Bíblia Apresenta os Fatos sobre Jesus

Centenas de profecias do Antigo Testamento olharam para o Messias, e Jesus entendeu a necessidade de cumprir cada uma delas durante a sua vida perfeita (Lucas 24:44). O Antigo Testamento claramente mostrou o problema do pecado, mas as pessoas que viviam naquela época não encontraram a salvação na Lei. Paulo disse: “Mas a Escritura encerrou tudo sob o pecado, para que, mediante a fé em Jesus Cristo, fosse a promessa concedida aos que crêem” (Gálatas 3:22).

Para resolver o maior problema enfrentado pelo homem, Jesus nasceu (Lucas 2:10-11), viveu e morreu sem cometer pecado (1 Pedro 2:21-23). Depois de morrer, foi sepultado e ressuscitou (1 Coríntios 15:3-4) e entrou na presença do Pai no céu (Hebreus 9:12). A qualificação dele para se tornar Salvador e Sacerdote dependeu desta vida sem transgressão contra o Pai.

O Que Jesus Mostrou para Nós

Em Hebreus 4:14-16, o autor destaca a importância da vida de Jesus sem pecado: “Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão. Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna.” Nestes versículos, observamos que:

●     A nossa confiança está baseada em Jesus e sua missão cumprida (4:14). Ele é o Filho de Deus que merece estar na presença de Deus (ele penetrou os céus). Jesus é o nosso grande sumo sacerdote. Por isso, temos a firmeza da nossa confissão. 

●     Temos esta confiança porque ele é um sumo sacerdote que entende o nosso problema (4:15). Ele enfrentou as mesmas tentações que nós enfrentamos. Teve que segurar a língua, controlar os pensamentos, dominar os desejos sexuais, etc. Mas ele não pecou! Jesus não cedeu à tentação nenhuma vez! 

●     Temos esperança por causa desta vida sem pecado de Jesus (4:16). Esperamos a misericórdia. Jesus entende as nossas batalhas e sabe que não é fácil vencer a tentação. Também contamos com sua graça para nos ajudar. O trabalho de Jesus não é de somente nos perdoar quando falhamos. Ele nos ajuda a não falhar! Leia, também, Hebreus 2:14-18, onde o autor frisou este fato.

Ele se Qualificou como Sacerdote

Depois de sua vida sem pecado, Jesus recebeu a posição exaltada de sumo sacerdote para sempre. Os primeiros versículos de Hebreus capítulo 5 falam deste resultado importante de sua vida perfeita aqui na terra. Um sacerdote ocupa um espaço importante entre Deus e os homens (5:1). Para representar os seres humanos, um sacerdote tem que ser homem (5:1-3). Este é um dos motivos que Jesus assumiu a forma humana. Mas o sumo sacerdote é escolhido por Deus, e tem que satisfazer as exigências de Deus para entrar na sua presença (5:4-10). Preste atenção nos fatos frisados aqui: 

●     Jesus se qualificou, mas o Pai o glorificou quando lhe deu a posição de sumo sacerdote (5:4-6). 

●     Ele se qualificou pela submissão à vontade do Pai (5:7-10).

Implicações Importantes

A apreciação da vida sem pecado de Jesus nos leva a compreender melhor alguns ensinamentos das Escrituras. Especialmente destacamos estes dois pontos práticos:

1. Jesus é o único Salvador, pois é o único qualificado para buscar perdão diante do Pai. 

“Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção.... muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!” (Hebreus 9:11-14; cf. João 14:6; Atos 4:12; 1 João 2:1-2).

2. Procuramos em Jesus ajuda para a vitória sobre a tentação

“Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo” (1 João 3:8).
“Pois naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados”
(Hebreus 2:18; cf. 1 João 2:1; Hebreus 4:16).

Conclusão: Muito Mais Agora

Jesus venceu a tentação, o pecado e a morte, qualifcando-se para salvar pecadores e manter os fiéis em comunhão com ele:

“Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida” (Romanos 5:10). 
“Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”
(Romanos 8:37). 
“Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor”
(Romanos 7:25).

–por Dennis Allan
d181

Leia mais sobre este assunto:  
Como Jesus Venceu a Tentação
 
Resistindo às tentações

No Deserto da Judéia

Jesus: Perfeito Sumo Sacerdote
 
As Tentações e o Reino
Nosso Sumo Sacerdote


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA