Share Button

O Ensinamento da Verdade: A Responsabilidade da Igreja (pdf)

Uma igreja que realmente se preocupa em agradar a Deus valorizará a verdade e dará importância à divulgação da palavra do Senhor. Igrejas que procuram agradar aos homens, satisfazendo todas as necessidades materiais, emocionais e sociais deles, tendem a minimizar a importância da pregação da verdade. Inventam suas próprias doutrinas ou adaptam a doutrina de Cristo para manterem-se atualizadas e conformadas às preferências da sociedade.

Como a igreja deve olhar para a palavra de Deus? Qual o papel de uma igreja fiel no ensinamento do evangelho?

A Palavra do Senhor é a Base da Comunhão com Deus

Qualquer igreja que negligencia o ensinamento das Escrituras desrespeita o Senhor que as revelou. A palavra de Deus é a semente que produz o fruto agradável ao Senhor (Lucas 8:11,15). Paulo descreve o evangelho como o poder de Deus para salvar (Romanos 1:16). Jesus incentivou seus ouvintes a conhecerem a verdade, pois ela nos liberta do pecado: “Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:31-32). É somente por meio do evangelho que entramos no corpo de Cristo (Efésios 3:6).

A palavra do Senhor nos santifica e é a base da união que existe entre os verdadeiros discípulos de Cristo. Jesus orou ao Pai em favor dos seus seguidores: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade. Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.” (João 17:17-23).

Uma vez que entramos em comunhão com o Senhor, a palavra dele continua indispensável. As Escrituras fornecem tudo o que nós precisamos para estarmos equipados para servir a Deus (2 Timóteo 3:16-17). Para manter a comunhão com Cristo, precisamos permanecer na doutrina dele: “Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho” (2 João 9; cf. 1 Coríntios 4:6; 1 João 2:3-4). O amor da verdade nos protege dos enganadores (2 Tessalonicenses 2:9-12).

A Igreja Ensina a Palavra

Paulo disse que a igreja de Deus é coluna e baluarte da verdade (1 Timóteo 3:15). Reconhecendo seu papel na divulgação do evangelho, as igrejas no Novo Testamento sustentavam os obreiros que ensinavam o evangelho (1 Coríntios 9:11-14; 2 Coríntios 11:8; Filipenses 4:15-18; 1 Timóteo 5:17-18). Além de sustentar evangelistas para levar a palavra a outros lugares, a igreja deve ser ativa no ensinamento das pessoas ao seu redor. A igreja dos tessalonicenses deu um excelente exemplo neste trabalho de divulgação do evangelho: “Porque de vós repercutiu a palavra do Senhor não só na Macedônia e Acaia, mas também por toda parte se divulgou a vossa fé para com Deus, a tal ponto de não termos necessidade de acrescentar coisa alguma” (1 Tessalonicenses 1:8).

Os presbíteros (pastores/bispos) são responsáveis pela alimentação espiritual do rebanho: “Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho” (1 Pedro 5:1-3; cf. Atos 20:28; Efésios 4:11; Tito 1:9). Os pregadores (evangelistas) são obrigados a pregar somente a verdade:. Paulo disse a Timóteo: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes” (1 Timóteo 4:16; cf. 2 Timóteo 4:1-5). Uma igreja tem a responsabilidade de examinar todas as doutrinas e de rejeitar as falsas (1 João 4:1). Jesus elogiou os efésios por sua preocupação em rejeitar falsos mestres, e criticou a igreja em Pérgamo por sua tolerância dos mesmos (Apocalipse 2:2,14-16).

O Que É a Verdade?

Muitos hoje ficam com a mesma dúvida que Pilatos expressou em sua pergunta: “Que é a verdade?” (João 18:38). A verdade, que é a palavra de Deus, nos liberta (João 17:17; 8:32). Esta palavra é eterna e absoluta, porque foi revelada pelo Espírito Santo (1 Coríntios 2:9-13; Salmo 119:89). Muitos abordam a Bíblia como se fosse um livro impossível de ser compreendido, mas as afirmações e exigências de Deus mostram que é possível e necessário entender a verdade (Atos 17:11; 1 Tessalonicenses 5:21-22; Salmo 119:105; Hebreus 10:26; 1 João 2:21).

A Mensagem que os Seguidores de Jesus Pregam 

Enquanto a tendência humana é enfatizar as palavras suaves, o estilo da linguagem, a maneira de apresentar a palavra, etc., é interessante e importante observar que tais coisas, nas Escrituras, são insignificantes ou até indesejáveis. A ênfase bíblica é no conteúdo da mensagem daqueles que seguem “a verdade em amor” (Efésios 4:15-16).

A única maneira de certificar a fidelidade de uma igreja na questão de doutrina é pelo estudo cuidadoso da própria Bíblia. Os pontos que se seguem não constituem uma lista completa ou oficial de doutrinas essenciais, pois tudo que Deus nos revelou é verdadeiro. São apenas sugestões de alguns ensinamentos da Bíblia que devem ser respeitados e divulgados.

Os discípulos de Cristo pregam Jesus cruçificado e rejeitam a sabedoria humana. Paulo disse: “Eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não o fiz com ostentação de linguagem ou de sabedoria. Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. E foi em fraqueza, temor e grande tremor que eu estive entre vós. A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus” (1 Coríntios 2:1-5). Pregam Jesus como o único caminho para a salvação (Atos 4:12).

Os fiéis seguidores de Jesus ensinam que Jesus é eterno, como o Pai é eterno (João 8:24,58; Filipenses 2:5-6). Falam sobre a autoridade absoluta de Jesus (Mateus 28:18-20), e o reconhecem como o alicerce da igreja (1 Coríntios 3:11).

Uma igreja que se preocupa em agradar a Deus pregará o que a Bíblia ensina sobre a salvação. Mostrará a necessidade da fé, do arrependimento e do batismo para remissão dos pecados (Marcos 16:15-16; Atos 2:38; 22:16; Gálatas 3:26-27).

Ensinará, também, que é essencial obedecer a Jesus, fazendo tudo em nome dele (1 João 2:3; Colossenses 3:17). Ensinam que é necessário ouvir e praticar a palavra de Cristo (Tiago 1:21-25). Rejeitará qualquer doutrina que não faz parte do puro evangelho pregado pelos apóstolos (Gálatas 1:6-9; 1 Tessalonicenses 5:21-22).

Não modificará a mensagem para agradar aos homens, mas sempre falará a sã doutrina. Paulo orientou Timóteo: “Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério” (2 Timóteo 4:2-5).

O Desafio

Igrejas que realmente desejam servir ao Senhor devem examinar tudo que ensinam e corrigir quaisquer acréscimos ou omissões. É de sumo importância divulgar a palavra de Deus – nada mais e nada menos!

–por Dennis Allan
d144 (pdf)

Leia mais sobre este assunto:
A Carta à Igreja em Éfeso

A igreja do segundo século

A Missão Espiritual da Igreja

O que se deveria fazer quando se está em uma igreja que não está certa?

A Igreja do Senhor: Como se Chama?

"Como Proceder na Casa de Deus"

O que se deve fazer quando sua igreja segue doutrinas do Velho Testamento?

A Igreja Local no Novo Testamento

Sobre a Organização da Igreja?

A Noiva de Cristo

A Unidade que Agrada a Deus

As Últimas Palavras de Estêvão


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA