Os relatos da cura dos cegos em Jericó se contradizem? (mp3)

Antes de ler o resto deste artigo, seria bom ler três relatos da cura dos cegos em Jericó: Mateus 20:29-34; Marcos 10:46-52 e Lucas 18:35-43. Como naturalmente acontece em relatos paralelos mas independentes, há diferenças nos relatos. Mas, antes de concluir que estas diferenças constituem contradições (assim questionando ou negando a credibilidade da Bíblia), tome o tempo necessário para avaliar as diferenças.

A primeira diferença envolve o número de cegos. Mateus, a única testemunha ocularque relata a cura, cita dois, mas não menciona seus nomes. Lucas fala de um cego, e também não cita seu nome. Marcos menciona apenas um, e especificamente identifica o cego pelo nome Bartimeu.

Esta diferença é uma contradição? É claro que não. Vamos ilustrar. Eu frequentemente viajo acompanhado pela minha esposa. Três pessoas poderiam falar a verdade sobre determinada viagem com relatos diferentes mas não contraditórios. Uma pessoa poderia dizer que “um casal veio aqui”, enquanto outra daria destaque à minha mulher e diria “uma mulher nos visitou”. Uma outra pessoa poderia até dizer: “A Benita passou aqui”. Todas estariam falando a verdade, mas relatando fatos de uma maneira diferente. Jesus curou dois cegos, um deles conhecido pelo nome Bartimeu.

A segunda diferença é um pouco mais difícil, mas ainda não chega a provar uma contradição. Onde foi feito a cura - na chegada ou na saída de Jericó? Mateus e Marcos dizem que Jesus estava saíndo de Jericó quando encontrou o(s) cego(s), mas Lucas diz: “Aconteceu que, ao aproximar-se ele de Jericó...” (18:35). Para negar uma contradição, precisamos apenas achar uma explicação plausível dos fatos relatados. Neste caso, há, pelo menos, duas:

(1) Alguns sugerem que o problema vem na tradução aqui da palavra grega usada por Lucas (eggizo). Dizem que esta palavra pode significar o ato de chegar perto de um local, ou pode significar simplesmente estar próximo. Neste caso, se ele acabou de sair de Jericó, estaria próximo.

(2) Uma outra sugestão envolve um fato histórico de existirem na época de Jesus a antiga cidade de Jericó e, ao mesmo tempo, uma nova Jericó construída por Herodes o Grande. Assim, Jesus teria saído da cidade antiga (conforme Mateus e Marcos) enquanto aproximou-se da nova cidade (conforme Lucas).

Mateus, Marcos, Lucas e João escreveram relatos confiáveis e complementares da vida de Jesus Cristo. Devemos estudar todos estes livros para conhecer o Filho de Deus!

–por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
Por que acreditar em Deus, em Jesus e na Bíblia?

Por que a Bíblia contém quatro evangelhos?

Quantos ladrões zombaram de Jesus na cruz?
(mp3)

Quantos endemoninhados gadarenos foram curados por Jesus?


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA