Share Button

Por que os homens em Éfeso foram batizados duas vezes? (mp3)

Na sua terceira viagem, Paulo encontrou, em Éfeso, uns doze homens que haviam sido batizados no batismo de João. Depois de ouvir o ensinamento de Paulo, foram batizados em o nome de Jesus (Atos 19:1-7). Por que foi necessário esse segundo batismo? O próprio Paulo não disse, em Efésios 4:5, que há um só batismo?

O caso citado, em Atos 19, esclarece vários pontos importantes. Observe:

1. Há um só batismo válido para cada pessoa. O batismo de João teve um papel importante numa época anterior. O próprio Jesus foi batizado por João, cuja pregação veio de Deus (João 1:6). Mas, como veremos nas observações abaixo, o batismo de João não estava mais em vigor quando Paulo chegou a Éfeso. Para aqueles homens, o batismo de João não foi suficiente.

2. Após a morte de Jesus, o batismo em nome dele entrou em vigor. O batismo de João teve um papel paralelo ao dos sacrifícios feitos antes da morte de Jesus. Deus mandou que os homens sacrificassem animais pelos pecados cometidos, mas esses sacrifícios não removiam pecado (Hebreus 10:4). Podemos ilustrar o papel dos sacrifícios com a prática comum no Brasil de emitir cheques pré-datados. Quando a pessoa preenche um cheque pré-datado, raramente tem dinheiro na conta para cobrir o cheque. Mas, até a data do cheque, ela deposita o dinheiro e cobre a “dívida” que o cheque representa. Os sacrifícios de animais dependiam de um “depósito” futuro na conta. Jesus, pela morte na cruz, fez o depósito, cobriu os “cheques” de sacrifícios e perdoou os pecados anteriores (Hebreus 9:15). O batismo de João, por ser pregado antes da morte de Jesus, também foi um tipo de cheque pré-datado. Continuar praticando esse batismo, décadas depois da morte e ressurreição de Jesus, não traria nenhum benefício espiritual. A pergunta de Paulo (Atos 19:2) foi uma maneira direta de verificar qual batismo foi pregado aos doze em Éfeso. O Espírito Santo desceu no dia de Pentecostes (Atos 2) e foi pregado para judeus e gentios a partir daquele momento. Esses homens haviam ouvido uma mensagem incompleta de Apolo (Atos 18:24-28) ou de alguém com o mesmo entendimento parcial do evangelho.

3. O batismo é importante. Muitos pregadores e professores, hoje em dia, desvalorizam o batismo, dizendo que ele não faz parte do plano de Deus para nossa salvação. Além de vários outros textos que mostram a necessidade do batismo (Atos 2:38; 22:16; Marcos 16:16; etc.), este exemplo reforça sua importância. Se o batismo não fosse importante, até essencial, por que seria necessário corrigir o batismo desses homens?

4. Algumas pessoas precisam ser batizadas novamente. Pessoas que se batizaram sem entenderem os fatos fundamentais sobre Jesus precisam ser batizadas novamente. Alguém que foi batizado antes de ter fé, ou antes de se arrepender dos seus pecados, não fez o que Jesus nos ensina hoje. Alguém que se batizou, acreditando que já havia recebido a salvação, não foi batizado para remissão dos pecados (Atos 2:38). Precisa aprender mais e fazer um batismo válido.

–por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
O Trono de Davi

Evangelistas Exemplares

"O Que Devo Fazer Para Me Salvar?"

O Batismo e a Salvação

Agradecer Pela Dor?
 

O Batismo

"Vão e Façam Discípulos de Todas as Nações"

O Ladrão na Cruz

O batismo é obra de justiça?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA