Salmos: Lição 4
Salmos 15 - 18

O alvo principal de todas as pessoas deve ser a comunhão com Deus. Mas nem todos gozarão a bênção da presença de Deus. “Quem, SENHOR, habitará no teu tabernáculo?” Somente as pessoas que desejam, acima de tudo, estar com ele. Para essas pessoas, Deus está sempre ao lado, dando-lhes proteção e vitória. Estes Salmos dão destaque para esses privilégios da comunhão com Deus. 

Salmo 15   Condições da Comunhão com Deus

                    1         A pergunta: Quem pode viver na presença de Deus?

                    2-5      A resposta: Aqueles que mostram a justiça e santidade em suas vidas:

Vive com integridade

                               Pratica a justiça

                               Fala a verdade

                               Não difama com a língua

                               Não faz mal ao próximo

                               Considera desprezível o réprobo

                               Honra aos que temem ao Senhor

                               Cumpre a sua palavra, mesmo quando toma prejuízo

                               Não é ganancioso nem desonesto nos seus negócios

Compare este salmo com Isaías 33:14-17 

Salmo 16   Confiança do Ungido em Deus

Enquanto Davi claramente escreveu este Salmo para expressar a sua própria confiança no Senhor, a citação e explicação por Pedro (veja Atos 2:25-32) lhe dá um sentido messiânico. Na nossa leitura, podemos ver a confiança de Davi, realizada perfeitamente em seu descendente, Jesus.

                    1-2        Confiança total em Deus, o único “bem” que ele possuía (compare versículo 5 e a idéia da herança da tribo sacerdotal em Números 18:20; Deuteronômio 18:1-2; Josué 13:33 com o sacerdócio e a herança de todos os cristãos no reino de Cristo – 1 Pedro 2:5,9; 3:7; 1:4; Romanos 8:17; Tiago 2:5; Colossenses 1:12; etc.)

                    3-4        Ele sente prazer nos santos na terra, e despreza os idólatras

                    5           Ele se entrega exclusiva e totalmente a Deus

                    6           A herança dele (veja o versículo 2) é muito agradável

                    7           Mesmo nas horas mais escuras, é Deus quem o guia

                    8-11    Com Deus ao lado, não será abalado. Descansará em paz, confiante na ressurreição (veja Atos 2:25-32) e na glória perpétua na presença de Deus. O argumento importante de Pedro em Atos 2 mostra que este salmo vai além da experiência do próprio Davi, sendo cumprido completamente na ressurreição de Cristo. 

Salmo 17   Pedido a Deus por Julgamento Justo

                    1-2      O salmista pede a Deus julgamento justo da sua causa

                    3-5      Ele se apresenta como um servo fiel e íntegro diante de Deus

                    6-7      Apela a Deus pedindo julgamento justo, defendendo-o contra os perversos

                    8-14    Ele pede a proteçao de Deus contra os ímpios. Na sua descrição das características desses inimigos, ele descreve a diferença fundamental entre o homem mundano e o servo de Deus. Para os homens mundanos, a herança e o prazer são desta vida (14). Para os homens espirituais, a herança e o prazer se encontram em Deus (15; veja 16:1,5,6,11)

                    15       Para o salmista, e para todos os justos, o maior prazer vem da comunhão com Deus 

Salmo 18   Louvor a Deus por Proteção, Direção e Vitória

Este Salmo foi escrito por Davi quando Deus o livrou da mão de Saul

                    1-3     Louvor a Deus como protetor e libertador

                    4-5     A situação angustiosa que Davi enfrentou

                    6        Deus ouviu e respondeu à sua oração

                    7-12    A resposta de Deus veio com a voz de terremotos, fogo, fumaça e nuvens

                    13-18   O trovão da voz de Deus contra os inimigos de Davi

                    19-24   Deus o salvou porque se agradou dele, um homem justo

                    25-26   Os princípios do julgamento de Deus

                                  25-26    Para os justos, ele mostra benignidade, integridade e pureza

                                  26b   Para os perversos, ele mostra inflexibilidade

                    27       Deus salva os humildes e humilha os soberbos

                    28       Davi pede a iluminação de Deus

                    29       Deus lhe dá força para superar os inimigos e os obstáculos

                    30-50   Deus é o único capaz de guiar e proteger o homem. É Deus quem dá capacidade e vitória ao seu servo, enquanto recusa ajudar os seus inimigos. Por esses motivos, o Senhor merece o louvor do homem.

                    Encontramos este salmo, também, em 2 Samuel 22 


Perguntas

Responda às seguintes perguntas sobre Salmos 15 - 18.

Salmo 15

1.     Descreva as características da pessoa que poderá gozar a comunhão com Deus.

Salmo 16

2      Pedro aplica este Salmo a quem? 

3.     Qual é a única herança ou bem desse servo? 

4.     Qual tribo no Velho Testamento recebeu Deus como sua herança? 

5.     Qual povo no Novo Testamento recebe a mesma herança para sempre? 

Salmo 17

6.     Qual é a herança dos homens mundanos? 

7.     Qual é o maior prazer dos servos de Deus?

Salmo 18

8.     Como é descrita a voz de Deus que responde às orações do fiel? 

9.     No seu julgamento, qual diferença Deus faz entre os justos e os ímpios?


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA