Share Button

Salmos: Lição 20

Salmos 107 - 111

Louvado seja Deus. Deus que protege os justos e castiga os opressores. Deus que cumpre as suas profecias e envia seu Rei e Sacerdote. Deus que criou e governa o mundo. Deus que se importa com os aflitos e necessitados. Louvado seja Deus! Entre os Salmos desta lição, encontramos um dos mais importantes em termos do plano de Deus cumprido em Jesus e explicado no Novo Testamento. O Salmo 110 une em uma só pessoa os dois cargos importantes de Rei e Sacerdote. O Messias foi a pedra rejeitada por homens, mas preciosa para Deus. Deve ser preciosa para nós, também.

Salmo 107 Deus Responde ao Povo Angustiado

    Este Salmo responde ao apelo de 106:47. Deus ouve a oração do povo e o traz de volta do cativeiro. Observamos neste Salmo um padrão temático que inclui dois refrãos repetidos quatro vezes. A boa parte do Salmo segue este padrão:

        A. Relato do pecado do povo (variado)
        B. O povo clama a Deus, e ele o liberta (igual)
        C. Deus salva/guia o povo à segurança (variado)
        D. Rendam graças a Deus por sua bondade (igual)
        E. Motivo para a adoração (variado)

    1-3 Respondendo à súplica de 106:47, Deus resgatou o povo do cativeiro

    4-9     
        A. Andaram errantes, famintos e sedentos (4-5)
        B. Na angústia, clamaram ao Senhor e ele os salvou (6)
        C. Ele conduziu o povo de volta a sua cidade (7)
        D. Deus, por sua bondade, merece a gratidão do homem (8)
        E. Ele respondeu à súplica do povo (9)

    10-16 
        A. O povo rebelde se encontrou nas trevas da sombra da morte (10-12)
        B. Na angústia, clamaram ao Senhor e ele os salvou (13)
        C. Ele tirou o povo das trevas (14)
        D. Deus, por sua bondade, merece a gratidão do homem (15)
        E. Ele livrou o povo do cativeiro (16)

    17-22
        A. Os estultos rejeitaram a comida de Deus e chegaram “às portas da morte (17-18)
        B. Na angústia, clamaram ao Senhor e ele os salvou (19)
        C. Deus enviou a sua palavra e sarou o povo (20)
        D. Deus, por sua bondade, merece a gratidão do homem (21)
        E. O povo deve oferecer louvor a Deus (22)

    23-32 
        A. Os homens que navegam pelos mares percebem a grandeza de Deus e a sua dependência dele (23-27)
        B. Na angústia, clamaram ao Senhor e ele os salvou (28)
        C. Ele acalmou o mar e os salvou (29-30)
        D. Deus, por sua bondade, merece a gratidão do homem (31)
        E. Ele deve ser glorificado pelo povo (32)

    33-38 Deus abençoou o seu povo, restaurando-o à prosperidade na terra

    39-42 Quando as pessoas voltam novamente ao pecado, ele traz opressão sobre os ímpios, mas abençoa os fiéis

    43 O sábio deve prestar atenção e aprender sobre a misericórdia de Deus
Salmo 108 Deus Dá a Vitória ao Povo Escolhido
    Este Salmo de Davi junta trechos de dois outros: 57:7-11 (1-5) e 60:5-12 (6-13).

    1-5 Davi confia no Senhor e exalta o nome do Senhor, por ser este misericordioso e fiel

    6-9 Deus defende o seu povo e lhe dá a vitória contra os inimigos ao seu redor. Gileade, Manassés, Efraim e Judá representam o povo e o território de Israel, que pertencem ao Senhor. Mas ele humilha os povos vizinhos.

    10-13 Davi clama a Deus, pedindo ajuda nas batalhas contra os adversários
Salmo 109 Davi Pede a Vingança Divina Contra os seus Opressores
    Neste Salmo, Davi se vê como a vítima de opressão, uma pessoa aflita e necessitada. Ele confia na misericórdia de Deus para socorrê-lo, enquanto condena os opressores que o perseguem.

    1-5 Davi pede castigo para com os seus inimigos, pessoas más que pagaram o bem dele com o mal (veja Romanos 12:18,21)

    6-15 Ele pede castigo sem misericórdia contra esses opressores, até desejando que as famílias deles sumissem da terra

    16-20 O castigo deve ser conforme o pecado:
        Não mostrou a misericórdia (16), então não deve recebê-la (12)
        Amou a maldição, então deve ser amaldiçoado (17)
        Não quis a bênção, então não deve ser abençoado (17)
        Vestiu-se de maldição, deve ser coberto de maldição (18-19)
        A vingança vem do Senhor (20; veja Romanos 12:19)

    21-29 Davi pede socorro e salvação. A base do pedido é o amor de Deus por seu próprio nome (21). Esta frase sugere que Deus recebe honra quando salva os seus servos. É um argumento usado em várias grandes orações na Bíblia. No caso de Davi, o nome de Deus seria engrandecido no cumprimento das promessas feitas a Davi (1 Crônicas 17:24). Novamente, ele pede justiça conforme a conduta dos inimigos (29)

    30-31 Ele encerra o Salmo com gratidão para com o Senhor, porque ele fica do lado do oprimido
Salmo 110 O Rei e Sacerdote Eterno
    Este Salmo é citado freqüentemente no Novo Testamento em referência a Jesus. Sua mensagem messiânica salienta a posição do Cristo como rei supremo e sacerdote eterno. Uma boa parte do livro de Hebreus usa este Salmo como sua base, mostrando o papel de Jesus como sacerdote para sempre. Sob o sistema terrestre do povo de Israel, não seria possível unir os dois cargos de rei e sacerdócio, sendo que os reis descendentes de Davi eram de Judá e os sacerdotes, de Levi. Mas Jesus governa como rei e sacerdote no céu 

    1-3 Deus exalta o Messias, o dando primazia sobre todos os seus inimigos. Jesus, depois de sua morte, ressurreição e ascensão, ocupa essa posição de honra à destra do Pai (veja Mateus 22:44; Marcos 12:36; Lucas 20:42-43; Atos 2:34-35; 1 Coríntios 15:25; Efésios 1:20-23; Colossenses 3:1; Hebreus 1:13; 8:1; 10:12-13)

    4 O Ungido seria, também, sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. O significado deste versículo se torna evidente em Hebreus, onde serve de base para um dos argumentos principais do livro. Jesus, depois da sua ressurreição, entrou como Sumo Sacerdote na presença de Deus (no Santo dos Santos), oferecendo seu próprio sangue como sacrifício

    5-7 O rei/sacerdote exaltado pode contar com o apóio de Deus, que esmagará os seus inimigos (se Deus se põe à direita do pobre – 109:31, muito mais ele se dispõe para ajudar o seu Ungido)

Salmo 111 Louvor a Deus por suas Maravilhosas Obras
    1-3 Deus merece o louvor dos homens pelas grandes e maravilhosas obras que ele tem feito

    4-6 As suas obras demonstram bondade e misericórdia, protegendo e sustentando o seu povo

    7-9 As suas obras se baseiam no seu caráter: verdade, justiça, fidelidade, retidão e santidade

    10 Os prudentes seguem a sabedoria do Senhor (compare Provérbios 1:7)

Perguntas

Responda às seguintes perguntas sobre Salmos 107 - 111.

Salmo 107
1. Os refrãos repetidos neste Salmo resumem o tema. Quais são os versículos repetidos exatamente?

Salmo 108
2. Os trechos deste Salmo se encontram em quais outros?
3. Explique o contraste entre versículos 8 e 9.

Salmo 109
4. Como os opressores tratam os aflitos e necessitados?
5. Como Deus trata as mesmas vítimas?
6. Qual a base do pedido de Davi (versículo 21)?
7. Conforme este Salmo, como deve ser determinado o castigo dos ímpios?

Salmo 110
8. Quais são os dois cargos do Messias destacados neste Salmo?
9. Segundo o Novo Testamento, quando é que Jesus assumiu a posição de sumo sacerdote à destra do Pai?
10. Qual livro do Novo Testamento dedica alguns capítulos aos temas deste Salmo?

Salmo 111
11. Neste Salmo, qual motivo de louvor é destacado?
 


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA