Salmos: Lição 2
Salmos 1 - 6

Os primeiros Salmos reforçam um tema eterno: O Santo Deus faz distinção entre o justo e o ímpio. O sofrimento do justo é 
passageiro, mas a angústia do ímpio é eterna. Deus, que não pratica nem aceita a injustiça, julgará todos os homens e 
aplicará a sua perfeita justiça.

Esta lição, como as próximas, incluirá alguns comentários básicos sobre o conteúdo de cada Salmo e algumas perguntas 
para ajudar cada aluno compreender melhor as mensagens neles contidas. Nas aulas, o professor destacará alguns desses 
Salmos, mas o aluno deve ler todos em casa antes da aula.
 

Salmo 1      Os Justos X Os Ímpios

                     1-3     O justo é abençoado

                                1        O que ele não faz

                                2        O que ele faz

                                3        Como ele é abençoado

                     4-5     O ímpio é amaldiçoado

                     6        Deus faz a diferença 

Salmo 2      O Reino Messiânico

                     1-3     A rebeldia dos povos e dos líderes humanos

                                1        Gentios = Povos

                                2        Reis e Príncipes X O Senhor e o seu Ungido (Messias/Cristo – veja Atos 4:25-26)

                                3        Laços e algemas – como os ímpios vêem a lei de Deus (contraste com 1:2)

                     4-5     A reação de Deus

                                4        Ri e zomba

                                5        Fala no seu furor (a justiça é conseqüência natural da santidade daquele que “habita nos céus”)

                     6-9     Deus estabelece o seu Ungido

                                6        Constituí – tão certo que usa o verbo no pretérito!

                                7        “Tu és meu Filho, eu, hoje, te gerei” – não fala de criação, nem do nascimento de Jesus. As citações deste versículo no NT o aplicam claramente à ressurreição e ascensão de Jesus. Ele venceu a morte e tomou seu lugar como sumo sacerdote eterno no Santo dos Santos (veja Atos 13:33; Hebreus 1:5; 5:5)

                     8-9     O reinado do Ungido:

                                8        Sobre todas as nações (veja Atos 17:30; Filipenses 2:9-11)

                                9        Com vara de ferro – força para castigar e destruir

                     10-12 Os homens devem servir ao Senhor

                                10      Os líderes prudentes ouvem a advertência do Senhor

                                11-12  Para se salvarem, precisam se submeter ao Senhor

                                12      Aqueles que se refugiam em Deus são abençoados 

Salmo 3      Davi Foge de Absalão, Mas Confia em Deus

                     Sugestão de leitura: 2 Samuel 15:1-18,30-32; 16:5-8,14

                     1-2     Davi se admira com os numerosos adversários que o amaldiçoam

                     3-8     Ele ora ao Senhor com confiança

                                3        Deus é o seu escudo

                                4        Deus responde do seu “santo monte” às orações de Davi

                                5-6     Davi dorme e acorda confiante no Senhor, apesar do grande número de inimigos em volta dele 
   (compare Marcos 4:38)

                                7        Ele pede a proteção de Deus, e a vingança contra os inimigos

                                8        A salvação é do Senhor (contraste com 3:2) 

Salmo 4      Davi Encara os Inimigos com Confiança em Deus

                     1        Davi pede que Deus ouça as suas súplicas e que lhe mostre misericórdia

                     2-3     Ele repreende os homens que praticam iniqüidade; estes precisam saber que Deus protege o justo

                     4-5     É preciso confiar em Deus, e não procurar vingança (veja Efésios 4:26-27; Romanos 12:19)

                     6-8     A paz de Davi não vem de bênçãos materiais, e sim do privilégio de estar em comunhão com Deus

Salmo 5      Davi Pede Proteção do Deus Santo

                     1-3     Davi pede que Deus ouça a sua oração, e aguarda a resposta

                     4-6     A natureza santa de Deus não tolera a iniqüidade do homem

                     7        Mas o mesmo Deus aceita, pela sua misericórdia, o servo humilde

                     8-10   Davi pede para si a direção de Deus e, para os ímpios, o castigo

                                9        A falsidade dos ímpios

                                10      O castigo deles inclui:
   A declaração, feita por Deus, da culpa deles
   As conseqüências dos seus próprios planos
   A rejeição por Deus

                     11-12 Deus protege e abençoa os que confiam nele. 

Salmo 6      Davi Pede a Compaixão de Deus

                     1-7     O pedido angustiado

                                1        Davi pede para Deus não o castigar

                                2        Ele pede compaixão

                                3        Ele sofre por causa dos próprios pecados, e procura livramento da sua angústia

                                4-5     Ele pede a salvação pela graça de Deus, porque o morto não pode mais servir ao Senhor

                                6-7     Davi mostrou a sua profunda angústia

                     8-10   A confiança renovada depois de ouvir a resposta de Deus

                                8-9     Ele fala para os inimigos se afastarem, porque Deus ouviu a sua oração

                                10      Agora são os inimigos que devem sentir vergonha e medo


Perguntas

Responda às seguintes perguntas sobre Salmos 1 - 6.

Salmo 1

1.      Quais três coisas o homem bem-aventurado não faz? 

2.      Ele medita e acha prazer no que?

Salmo 2

3.      Conforme a aplicação deste Salmo em Atos 4, quem é o Ungido?

4.      Quem são os povos, reis e príncipes? 

5.      O que aprendemos deste Salmo sobre a natureza do reino do Ungido? 

6.      O versículo 7 prova que Jesus foi criado por Deus? Defenda sua resposta.

Salmo 3

7.      Quem era Absalão? 

8.      Qual foi a circunstância histórica deste Salmo?

9.      Podemos dormir tranqüilamente, mesmo no meio de problemas e ameaças?

Salmo 4

10.    A vingança pertence a quem?


Salmo 5

11. Por que Deus não pode viver na presença da iniqüidade?

12. Usando o versículo 9, explique como o perverso se entrega à maldade.


Salmo 6

13. Depois de vários Salmos nos quais Davi pediu a justiça contra os inimigos, ele mostra neste

Salmo que ele mesmo precisava de qual bênção de Deus?

14. Algum homem pode ficar em pé diante de Deus por causa da sua própria justiça?


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA