Share Button

Lição 22
A Prisão de Paulo em Jerusalém

(Atos 21:17 - 22:29)


Paulo Tenta Manter Paz com os Judeus em Jerusalém (21:17-26)

- Os cristãos em Jerusalém aceitaram Paulo, e ele falou com Tiago e os presbíteros sobre o trabalho entre os gentios (21:17-19)

- Os irmãos de Jerusalém falaram com Paulo a respeito de algumas pessoas que tinham recebido informações de outras que ele estava tentando destruir os costumes da lei de Moisés, e sugeriram que ele fosse purificado no templo com alguns outros homens, para mostrar que ele não era oposto às práticas judaicas (21:20-24)

- Os irmãos de Jerusalém mostraram ter entendido que os gentios não eram obrigados a cumprir os costumes judaicos (21:25)

- Paulo aceitou o conselho, e entrou no templo com os outros homens para ser purificado (21:26; veja 1 Coríntios 9:20)

Perguntas: 

1. Descreva como os cristãos de Jerusalém aceitaram Paulo.

2. Qual sugestão foi feita pelos irmãos em Jerusalém. Por que fizeram esta sugestão? Qual foi a reação de Paulo?

3. Desafio adicional: Como cristão, Paulo estava sujeito à lei de Moisés, ou não? Considere 1 Coríntios 9:20 para explicar as ações de Paulo em Jerusalém.


Paulo é Preso em Jerusalém (21:27-40)

- Os judeus da Ásia, pensando que Paulo tinha levado um gentio ao templo, agitaram a multidão e tentaram matá-lo (21:27-31)

- O comandante que tinha a responsabilidade de manter a paz em Jerusalém, ficou sabendo do tumulto e tirou Paulo do meio da multidão (21:31-36)

- Paulo pediu ao comandante permissão para falar com a multidão (21:37-40)

Perguntas: 

1. Qual foi a acusação feita pelos judeus da Ásia contra Paulo?

2. Quem impediu que a multidão matasse Paulo?


Paulo Faz sua Defesa contra as Acusações dos Judeus (22:1-21)

- Quando Paulo começou a falar na língua hebraica, o povo prestou atenção à sua defesa (22:1-2)

- Ele explicou sua própria história, falando da instrução que ele recebeu de Gamaliel, e de como ele tinha perseguido os cristãos (22:3-5)

- Ele falou da visão que teve de Jesus no caminho para Damasco, dizendo que Jesus o mandou a Damasco para saber o que deveria fazer (22:6-11)

- Paulo continuou contando a história da sua conversão, dizendo que Ananias chegou e falou com ele sobre Jesus e a necessidade do batismo para receber perdão dos pecados (22:12-16)

- Jesus tinha falado com Paulo em Jerusalém, enviando-o para os gentios por causa da atitude dos judeus contra o evangelho (22:17-21)

Perguntas: 

1. Quando Paulo começou a falar, o que chamou a atenção dos judeus?

2. Faça um resumo da defesa de Paulo, especialmente observando o que ele disse sobre:

a. Sua própria criação como judeu

b. Sua perseguição aos cristãos

c. Seu encontro com Jesus no caminho para Damasco

d. A mensagem de Ananias quando falou com Paulo em Dasmasco

e. O motivo por que ele não ficou em Jerusalém mas foi para ensinar os gentios.


Paulo Usa seus Direitos de Cidadão Romano (22:22-29)

- Quando Paulo falou da pregação do evangelho aos gentios, a multidão começou a gritar de novo para pedir a morte deste apóstolo (22:22-23)

- O comandante ordenou que Paulo fosse açoitado para saber o crime dele (22:24)

- Paulo se livrou de ser açoitado usando seus direitos de cidadão romano (22:25-29)

Perguntas: 

1. Por que a multidão começou de novo a pedir que Paulo fosse executado?

2. Como Paulo livrou-se de ser açoitado?


 

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA