Share Button

Lição 16
A Controvérsia sobre a Circuncisão

(Atos 15:1-35)


Paulo e Barnabé Enfrentam a Doutrina da Circuncisão em Antioquia (15:1-2)

- Alguns cristãos da Judéia foram para Antioquia da Síria, ensinando que a circuncisão era necessária para ser salvo (15:1)

- Paulo e Barnabé discutiram com estes irmãos da Judéia, e eles decidiram ir para Jerusalém para falar do problema com os apóstolos e presbíteros lá (15:2)

- Notas suplementares sobre o problema da circuncisão na igreja primitiva:

- A controvérsia sobre a circuncisão foi um problema que continuou por algum tempo nas igrejas do primeiro século

- Devemos lembrar que esta disputa surgiu dentro das igrejas; não foi um conflito com os judeus não convertidos

- Por que a preocupação com a lei da circuncisão?

- Deus tinha exigido a circuncisão desde Abraão, e tinha feito uma ligação entre a circuncisão e a aliança com Abraão (Gênesis 17:9-11)

- Alguns cristãos judeus pensaram que a circuncisão ainda era necessária para receber as bênçãos da aliança (Atos 15:1)

- É interessante observar que, em Gênesis 17, Deus repetiu duas das três partes da sua aliança com Abraão: as partes que foram cumpridas no Velho Testamento

• A promessa de uma grande nação (17:2-7)

• A promessa da terra de Canaã (17:8)

- Mas a terceira parte da promessa, que foi cumprida em Cristo, não está repetida aqui. A promessa de que todas as famílias da terra seriam abençoadas não foi ligada com a circuncisão. Essa promessa se encontra em Gênesis 12:3 e 22:18

Perguntas: 

1. Qual foi a controvérsia que surgiu na igreja de Antioquia? De onde vieram as pessoas que ensinaram a doutrina errada?

2. Quem discutiu com os irmãos que exigiram a circuncisão?

3. Quando o debate continuou, o que eles resolveram fazer?

4. Desafio adicional: Por que eles foram para Jerusalém? A igreja em Jerusalém tinha alguma autoridade sobre as outras, ou houve outro motivo? Leia cuidadosamente os primeiros versículos do capítulo 15 para achar a explicação.


Os Irmãos Vão para Jerusalém (15:3-5)

- Paulo, Barnabé e alguns outros discípulos foram para Jerusalém, contando aos irmãos no caminho as boas notícias da salvação dos gentios (15:3)

- Quando chegaram em Jerusalém, relataram aos cristãos de lá o que Deus tinha feito na sua viagem missionária (15:4)

- A questão da circuncisão surgiu de novo em Jerusalém (15:5)

Perguntas: 

1. Como reagiram os cristãos judeus à notícia da salvação dos gentios?

2. Quem levantou a questão sobre circuncisão em Jerusalém?


Os Discípulos Discutem o Assunto da Circuncisão (15:6-21)

- Os apóstolos e presbíteros se reuniram para examinar a questão da circuncisão (15:6). Evidentemente a igreja toda estava presente para ouvir o debate (15:12,22)

- Pedro relembrou os irmãos do seu trabalho entre os gentios, enfatizando o fato de que Deus tinha concedido o Espírito Santo a eles para confirmar que foram salvos (15:7-11)

- Paulo e Barnabé contaram os milagres realizados por Deus entre os gentios, mostrando que seu trabalho foi abençoado por ele (15:12)

- Tiago citou as palavras de Amós 9:11-12, que tinham profetizado a salvação dos gentios (15:13-18)

- Tiago sugeriu que os gentios fossem obrigados a guardar somente os seguintes mandamentos (15:19-21):

- Abster-se de idolatria

- Abster-se das relações sexuais ilícitas

- Não comer sangue (ou animais sufocados)

- Observe que as coisas proibidas aqui, e no versículo 29, foram proibidas antes, durante e depois da lei de Moisés:

- Idolatria é uma rejeição da posição fundamental de Deus (Romanos 1:20-23)

- Fornicação é uma rejeição da vontade de Deus sobre o casamento desde a criação do primeiro casal (Gênesis 2:24; 39:9; Romanos 1:24; Hebreus 13:4)

- Foi proibido comer sangue na época dos patriarcas porque a vida está no sangue (Gênesis 9:4). Deus repetiu este princípio na lei de Moisés (Levítico 17:10-16) e, aqui, no ensinamento do Novo Testamento

Perguntas: 

1. Todas as pessoas que falaram sobre a questão da circuncisão neste relato concordaram que ela não era necessária para a salvação. Dê um resumo dos argumentos feitos por cada pessoa:

a. Pedro

b. Paulo e Barnabé

c. Tiago

2. Quais coisas ainda eram proibidas aos gentios, de acordo com Tiago? Estas proibições são baseadas na lei de Moisés, ou tem raízes mais antigas?


A Igreja em Jerusalém Envia uma Carta a Antioquia, Síria e Cilícia para Corrigir o Falso Ensinamento (15:22-35)

- A igreja resolveu enviar uma carta pelas mãos de Paulo, Barnabé, Silas e Judas Barsabás para corrigir o falso ensinamento que começou com alguns irmãos de Jerusalém (15:22-29). Observe que a igreja em Jerusalém não estava fazendo leis ou regras, mas procurou resolver um problema que começou lá

- Eles levaram a carta a Antioquia (15:30-35)

- Os cristãos de Antioquia se alegraram por causa da carta

- Depois de algum tempo, Judas voltou a Jerusalém

- Silas, Paulo e Barnabé ficaram em Antioquia

Perguntas: 

1. O que foi feito pela igreja em Jerusalém para resolver o problema da circuncisão?

2. Quem levou a carta da igreja para Antioquia?

3. Quais dos mensageiros ficaram em Antioquia?

4. Desafio adicional: A igreja em Jerusalém tinha o direito de fazer decisões e leis para governar outras congregações? Justifique sua resposta.


 

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA