Share Button

Estudo Textual
Marcos
3:20-4:41

Jesus Responde aos Escribas sobre seu Poder para Expulsar Demônios (3:20-35)

    - O crescimento da popularidade de Jesus enfrentou várias avaliações de outras pessoas (3:20-22)
   
     - Seus parentes pensavam que ele era louco
        - Os escribas pensavam que ele estava expulsando demônios pelo poder de Satanás
    - Jesus respondeu à acusação falsa de que ele era servo do diabo (3:23-30)
        - Satanás não pode expelir Satanás, porque o reino dele não é dividido (3:23-26)
        - Antes de roubar a casa do valente, foi necessário amarrá-lo (3:27)
        - Houve um perigo nesta tendência dos escribas: Blasfêmia contra o Espírito Santo não pode ser perdoada (3:28-30)
    - Quando os parentes de Jesus chegaram para prendê-lo (veja 3:21), ele enfatizou o relacionamento espiritual acima dos relacionamentos familiares (3:31-35)

Perguntas: 

1. Como foram explicadas as obras de Jesus:

a. Por seus parentes?

b. Pelos escribas?

2. Como Jesus respondeu à acusação de que ele expulsava demônios pelo poder do diabo?

3. Blasfêmia contra quem não pode ser perdoada? Explique.

4. Qual tipo de pessoa seria irmão, irmã ou mãe de Jesus?


Jesus Ensina pela Parábola do Semeador (4:1-20)

- Quando o semeador semeava, as sementes caíram em quatro tipos de solo (4:1-9)
    - À beira do caminho
    - Em solo rochoso
    - Entre os espinhos
    - Em boa terra
- Quando os discípulos perguntaram, Jesus, em particular, explicou esta parábola (4:10-20)
    - A parábola do semeador facilita o entendimento das outras parábolas de Jesus, enfatizando a condição do coração do ouvinte
    - A semente é a palavra (4:14)
    - Cada tipo de solo representa um determinado coração e sua resposta à palavra (4:15-20)
        - O solo à beira do caminho: A palavra não penetra no coração
        - O solo rochoso: Recebe a palavra, mas ela não agüenta perseguições e tentações porque não tem raiz
        - O solo espinhoso: Ouve a palavra, mas permite que os cuidados do mundo a sufoque
        - O solo bom: Ouve a palavra, cresce, produz fruto

Perguntas: 

1. Explique a parábola do semeador, identificando especificamente:

a. A semente

b. O solo à beira do caminho

c. O solo rochoso

d. O solo espinhoso

e. O solo bom

2. Dos quatro corações descritos nesta parábola, quantos se tornaram cristãos? Quantos ficaram fiéis?

3. Qual é o fruto do cristão? Todos os cristãos produzem igualmente este fruto? Explique.


Jesus Continua a Ensinar por Parábolas (4:21-34)

    - A parábola da candeia ou lamparina (4:21-25)
        - A palavra deve ser divulgada
        - Cada pessoa tem que receber a palavra com coração aberto
    - A parábola da semente (4:26-29)
        - Esta parábola tem os mesmos elementos da parábola do semeador (semeador, semente, terra, fruto)
        - Aqui, porém, Jesus enfatiza o poder da semente, e o fato que o homem não entende como esta semente produz fruto
    - A parábola do grão de mostarda (4:30-32). Uma semente pequena pode produzir uma planta enorme
    - Jesus sempre ensinava por parábolas, explicando o sentido delas aos discípulos, em particular (4:33-34)

Perguntas: 

1. Jesus ensinava por parábolas com intenção de esconder a verdade de seus ouvintes? Explique sua resposta.

2. O que aprendemos sobre o poder da palavra das parábolas dos versículos 26 a 32?


Jesus Acalma uma Tempestade no Mar da Galiléia (4:35-41)

    - Jesus e os discípulos estavam atravessando o mar num barco quando levantou-se grande tempestade (4:35-37)
    - Jesus dormia, mas os discípulos o despertaram com medo do temporal (4:38)
    - Jesus acalmou a tempestade (4:39)
    - Então, ele repreendeu os discípulos pela fraqueza e falta de fé (4:40)
    - Os apóstolos ficaram admirados com o poder de Cristo (4:41)

Perguntas: 

1. Por que Jesus repreendeu os apóstolos depois de acalmar o mar?

2. Deus sempre responde imediatamente às orações do cristão? Como podemos aplicar a mensagem deste milagre em nossas vidas?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA