Share Button

Estudo Textual
Marcos
14:12-15:15

Jesus Participa da Páscoa com os Discípulos (14:12-31)

    - Jesus enviou dois dos seus discípulos para preparar a Páscoa em Jerusalém (14:12-16)
    - Jesus indicou o traidor, e falou da sua condenação (14:17-21)
    - Jesus instituiu a ceia do Senhor (14:22-26)
        - Observe o padrão:
            - Ele orou (abençoou o pão)
            - Eles tomaram o pão, que representa o corpo de Jesus
            - Ele orou (deu graças pelo cálice)
            - Eles tomaram o cálice, que representa o sangue de Jesus
        - Jesus falou que ele não beberia de novo do cálice até a vinda do seu reino
    - Jesus falou do fato que Pedro lhe negaria (14:27-31)
        - Jesus comentou que suas ovelhas (os discípulos) seriam dispersas, mas disse que ele iria antes deles a Galiléia
        - Pedro afirmou que nunca se escandalizaria
        - Jesus disse que Pedro o negaria três vezes na mesma noite
        - Pedro insistiu que nunca negaria Jesus. Os outros apóstolos fizeram afirmações iguais

Perguntas: 

1. Como os discípulos acharam o lugar onde participariam da Páscoa com Jesus?

2. O que Jesus comentou sobre o traidor?

3. Responda às seguintes perguntas sobre a ceia do Senhor:

a) Qual foi a seqüência dos atos da ceia (orações, o pão, o cálice)?

b) O que o pão representa?

c) O que o cálice representa?

d) O pão que Jesus usou tinha fermento ou não? Por que é impor-tante este detalhe? (veja 14:12; Levítico 2:11; 1 Coríntios 5:6-8)


Jesus Ora no Getsêmani (14:32-42)

    - Jesus foi com os apóstolos ao Getsêmani. Depois de chegar, ele levou consigo Pedro, Tiago e João e foi orar (14:32-34)
    - Nesta oração angustiosa e íntima, Jesus pediu livramento do cálice do sofrimento da sua morte, mas se submeteu à vontade de seu Pai (14:35-36)
    - Enquanto Jesus orava a mesma coisa três vezes, os discípulos dormiram (14:37-41)
    - Jesus e os apóstolos se levantaram para sair, e ele comentou que o traidor estava próximo (14:41-42)

Perguntas: 

1. O que os discípulos fizeram enquanto Jesus orava no Getsêmani?

2. Qual foi o pedido de Jesus?

3. Como Jesus mostrou obediência nesta oração? Faça ligação com Filipenses 2:5-8.


Jesus é Preso (14:43-52)

    - Judas chegou com líderes judaicos e traiu Jesus com um beijo (14:43-46)
    - Um dos apóstolos (Pedro S veja João 18:10) usou a espada para defender Jesus e cortou a orelha do servo do sumo sacerdote (14:47)
    - Jesus comentou sobre a covardia dos líderes em prendê-lo a noite num lugar fora da cidade (14:48-49)
    - Os discípulos fugiram (14:50-52)

Perguntas: 

1. Quando o traidor chegou, quem estava controlando a situação: Jesus ou os líderes judaicos? Observe exemplos do domínio próprio de Jesus nesta situação.

2. Nesta mesma circunstância, os discípulos mostraram domínio próprio?

3. Compare as reações de Jesus e dos discípulos na hora da traição com suas ações na hora de oração. Parece que todos (Jesus e os apóstolos) entraram no Getsêmani num momento de fraqueza. Jesus orou enquanto os discípulos dormiam. Eles saíram do Getsêmani e encontraram o traidor. Quem mostrou força e controle? Quem continuou fraco? Pense na aplicação deste exemplo na sua vida-


Jesus é Condenado à Morte pelo Sinédrio (14:53-65)

    - Os líderes dos judeus se reuniram para achar justificativa para condenar Jesus à morte (14:53-59)
        - Eles procuraram testemunhas contra Jesus para condená-lo
        - As testemunhas falsas que acharam se contradizeram
    - Quando não conseguiram achar testemunhas confiáveis contra Jesus, o sumo sacerdote o interrogou: "És tu o Cristo, o Filho do Deus Bendito?" (14:60-61)
    - Jesus respondeu: "Eu sou, e vereis o Filho do homem assentado à direita do Todo-poderoso e vindo com as nuvens do céu" (14:62)
    - O sumo sacerdote e os outros líderes julgaram Jesus culpado de blasfêmia e o condenaram à morte (14:63-64)
    - Eles o maltrataram (14:65)    

Perguntas: 

1. Que tipo de testemunha os judeus acharam para acusar Jesus? Por que seu testemunho não foi suficiente para condená-lo?

2. Qual foi a pergunta do sumo sacerdote a Jesus?

3. Como Jesus respondeu? Nesta resposta, quem está julgando quem?


Pedro Nega a Jesus Três Vezes (14:66-72)

    - Uma das empregadas do sumo sacerdote disse que Pedro era um dos seguidores de Jesus, mas ele o negou e saiu do pátio (14:66-68)
    - Uma outra empregada (veja Mateus 26:71) também afirmou que ele era discípulo de Jesus, e ele o negou pela segunda vez (14:69-70)
    - Outras pessoas perto de Pedro, percebendo que era galileu, disseram que ele era dos seguidores de Jesus, e ele jurou e o negou pela terceira vez (14:70-71)
    - O galo cantou pela segunda vez, como Jesus tinha predito (14:72)
    - Pedro chorou (14:72)

Perguntas:

1. Descreva como Pedro negou Jesus três vezes.

í2. Por que Pedro chorou quando ouviu o galo?

Desafios adicionais:

a. O relato de João 18:15-18 mostra que Pedro e um outro discípulo (provavelmente João) entraram no mesmo pátio. Ali, Pedro negou Jesus três vezes, mas a Bíblia não diz que o outro cometeu o mesmo erro. Como uma circunstância pode apresentar um obstáculo grande na vida de uma pessoa sem tentar a outra? Aplique em nossas vidas e na convivência com nossos irmãos (veja Romanos 14:15,21).

b. Pedro negou a Jesus três vezes. Judas o traiu. Onde está a diferença importante: no pecado em si, ou na reação de cada um depois de pecar? (Veja Mateus 27:3-5)


Jesus é Condenado à Morte por Pilatos (15:1-15)

    - Os líderes judaicos levaram Jesus ao governador romano da Judéia, Pilatos, para ser julgado por ele (15:1)
    - Pilatos começou a interrogá-lo e os principais sacerdotes fizeram muitas acusações contra Jesus (15:2-3)
    - Jesus ficou quieto, sem responder às acusações dos judeus (15:4-5)
    - Por causa do costume de soltar um preso durante a festa, Pilatos deu ao povo a escolha entre Barrabás (que foi envolvido em homicídio) e Jesus, porque Pilatos percebeu que os judeus não tinham uma acusação legítima para matá-lo, mas o tinham entregue por inveja (15:6-10)
    - Os principais sacerdotes incitaram o povo e eles pediram que Barrabás fosse libertado e que Jesus fosse crucificado (15:11-14)
    - Pilatos cedeu, soltando Barrabás e condenando Jesus à morte (15:15)

Perguntas: 

1. Quem entregou Jesus a Pilatos? Por quê?

2. Por que Pilatos ficou admirado quando interrogava Jesus?

3. Qual foi a escolha que Pilatos propôs aos judeus? Como eles responderam?

4. Pilatos "percebia que por inveja os principais sacerdotes lho haviam entregado" (15:10). Você concorda com esta avaliação? Justifique sua resposta.


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA