Parábolas de Crescimento (2)
Mateus 13:31-35,44-46; Marcos 4:26-29

por Gardner Hall

A preocupação com o “crescimento” nas culturas ocidentais geralmente envolve uma fascinação por números e estatísticas. As empresas gostam de mostrar com tabelas e gráficos as vendas e a clientela crescentes. Jesus fala do crescimento em seu reino, não porém o tipo de crescimento que pode ser medido com gráficos, mas antes crescimento interno dos discípulos e uma influência que ultrapassa as estatísticas.

O Reino Crescerá!

O Grão de Mostarda, o Fermento e a Semente que Cresce

O grão de mostarda que Jesus tinha em mente na sua parábola (Mateus 13:31-32) era provavelmente a mostarda preta, uma árvore que cresce até uma altura de aproximadamente 5 metros. “Entre os rabinos, um ‘grão de mostarda’ era uma expressão comum para qualquer coisa muito pequena” (ISBE, vol. 3, pág. 2101). Era uma verdadeira maravilha que uma árvore bastante grande para que as aves repousassem em seus ramos pudesse sair de uma tão pequena semente.

W. F. Adeney (Pulpit Commentary) aponta três aspectos do crescimento do reino que podem ser vistos na parábola do grão de mostarda;

Œ Parece pequeno no começo: poucos, nos dias de Jesus, poderiam ter imaginado como ele e seu grupo não promissor de apóstolos viraria o mundo de cabeça para baixo dentro de poucos anos (Atos 17:6) e finalmente mudaria o curso da história mundial com suas palavras inspiradas.

 Contém o centro da vida: uma pequena pedra não tem vida e não gerará nada. Para a semente de mostarda produzir uma grande árvore precisa conter a maravilhosa fonte de vida. Ainda que a palavra de Deus pareça insignificante para alguns, ela contém a fonte da vida espiritual que determina uma transformação radical na vida dos que crêem.

Ž Tem grande desenvolvimento: ao pensar no desenvolvimento do reino alguns raciocinam em termos sectários e concentram a atenção no crescimento do número de indivíduos associados numa aliança de igrejas. O reino, porém, não tem nada a ver com uma associação de igrejas locais; antes, envolve o domínio de Cristo nos corações dos indivíduos. Portanto, o desenvolvimento do reino pode ser melhor visto não em crescimento estatístico numa “Lista de Igrejas”, mas nas mudanças poderosas nos indivíduos que são libertados de vidas vazias e egoístas, para se tornarem potências para o bem no mundo.

A parábola do fermento mostra o modo penetrante pelo qual o reino influencia tudo o que toca. Quando o fermento do reino está em nossos corações, colegas de trabalho ou da escola perceberão a influência fermentante provindo desse em nossas vidas.

A parábola da semente que cresce, em Marcos 4:26-28, salienta o maravilhoso crescimento do princípio básico do reino. Assim como os maravilhosos segredos da vida estão além de nossa compreensão, assim também está a ação da palavra de Deus no coração de uma pessoa.

O Grande Valor da Cidadania

Parábolas do Tesouro Escondido e da Pérola Preciosa

A parábola do tesouro escondido se refere àqueles que, sem procurá-lo, encontram o reino por acaso, percebem seu grande valor e voluntariamente sacrificam tudo para obtê-lo. A parábola da pérola de alto preço se relaciona com aquele que buscou diligentemente a verdade, encontra-a e sacrifica tudo para obtê-la.

O conceito de sacrificar tudo para obter uma cidadania apreciada é bem conhecido daqueles que têm amigos que são imigrantes recentes num determinado país. Conheço famílias que venderam suas casas e todos os seus bens partindo em viagens perigosas a fim de entrar nesse país e iniciar nova vida. Tenho visto longas filas em certos consulados onde o povo espera por uma entrevista de três minutos com um funcionário consular. Se conseguem ao menos um visto de turista, há muita alegria. Se lhes é negado, há lágrimas e amargura. Viver num país, mesmo ilegalmente, representa uma oportunidade para uma nova vida, esperança e segurança, e milhões sacrificarão quase tudo para conseguir isso.

A cidadania no reino de Cristo nos dá uma nova vida, esperança e segurança além de qualquer coisa que este país jamais possa oferecer! No reino de Cristo sabemos de onde viemos e para onde iremos! Podemos, portanto, enfrentar as batalhas da vida com uma segurança que nos dá a paz que ultrapassa todo entendimento. Essa paz e segurança valem o sacrifício de tudo que possuímos na terra. Que Deus nos ajude a compreendermos a grandeza dos benefícios que ele nos tem dado no reino de seu Filho, e confiarmos neles, para que queiramos “vender tudo o que temos” a fim de mantermos nossa cidadania nesse reino!


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA