O Tabernáculo

Quando o Deus eterno decidiu criar o universo, toda a criação estava perfeita e completa em sua mente antes de existir qualquer parte dela.  A coroa da criação, o homem, estava na mente de Deus antes do universo ser criado.

Quando o homem pecou, Deus tinha em mente o projeto da redenção.  Esse projeto permaneceu perfeito na mente dele desde a sua concepção até a sua conclusão perfeita na eternidade.  Esse é o propósito eterno de Deus para o seu povo, "aos que de antemão conheceu . . . e . . . glorificou" (Romanos 8:29-30).

Cristo era um cordeiro, "morte desde a fundação do mundo" (Apocalipse 13:8).  Isso abrange os arranjos organizados de Deus nos períodos patriarcal, mosaico e evangélico.  Deus, em seu poder e sabedoria infinitos, é plenamente capaz de concretizar seus propósitos.

Ao desenvolver a redenção do homem do pecado, Deus não seguiu um método de tentativas.  Deus é perfeito em tudo o que faz.  Uma vez que o projeto da redenção incluiu-se um livro, Deus organizou as situações, as pessoas, os lugares, os períodos e o pano de fundo no qual a sua perfeita revelação seria entregue.  Os escritores nem sempre tinham consciência plena do que escreviam (Mateus 13:17; 1 Pedro 1:9-11), mas o verdadeiro autor do livro, que conhecia cada palavra a ser registrada antes que o fosse escrita, perfeitamente dispôs cada palavra no contexto certo, nas situações da época.  Já que Deus é o autor do livro, este livro deve refletir a perfeição, o poder e a sabedoria do seu autor.

O projeto da redenção, perfeito como era na mente de Deus (a Trindade) incluiu a vinda de alguém (Gênesis 3:15) que seria o "cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo" (João 1:29).  Os sacrifícios oferecidos antes do Cordeiro apontou a ele.  O projeto de redenção de Deus, supremo e esplendoroso, estava escondido nele e ocultado ao homem debaixo dos tipos e das sombras da lei até que chegou o tempo perfeito, através do domínio de Deus na história, de torná-lo conhecido por meio do evangelho.

Entre as obras maravilhosas registradas no livro perfeito de Deus que refletem a sua sabedoria e o seu poder infinitos, estava uma tenda móvel, erguida no deserto, que se chamava o tabernáculo.  Deus sabia exatamente como o tabernáculo deveria ser construído a fim de perfeitamente retratar "o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos" (Hebreus 9:11).  Deus deu a Moisés a planta do tabernáculo e ordenou-lhe:  "Vê que faças todas as cousas de acordo com o modelo que te foi mostrado no monte" (Hebreus 8:5).

Moisés recebeu ordens de se ater à planta.  Só podia fazê-lo se cumprisse exatamente o que Deus tinha determinado.  Deus tem um propósito em todos os padrões que estipula.  Os padrões de Deus mostram a sua sabedoria infinita e ao mesmo tempo põem a nossa fé à prova.  Noé recebeu uma planta para a arca e, ao seguir a planta, andou pela fé (Hebreus 11:7; 2 Coríntios 5:7).  "Assim fez Noé, consoante a tudo o que Deus lhe ordenara" (Gênesis 6:22).

O que está escrito na palavra de Deus sobre esses padrões serve para nós (Romanos 15:4).  Como Moisés seguiu o modelo na construção do tabernáculo, também nós devemos seguir os padrões de Deus hoje.  O nosso padrão é a pregação e a prática apostólicas.  Não havia nada na planta de Deus para o tabernáculo que não fosse essencial.  Deus tem um propósito em suas instruções detalhadas, quer vejamos, quer não.  Rir-se da "teologia do santo padrão de Deus" é tratar o Deus eterno com desdém.  Deus, o Espírito Santo, que conhecia perfeitamente "as profundezas de Deus" (1 Coríntios 2:10), orientou os apóstolos em "toda a verdade" (João 16:13).  Cada pormenor que Deus dá e cada exemplo que devemos seguir são dignos do Deus que deu os detalhes.  Considerar qualquer parte da palavra de Deus insignificante é entender o Deus da palavra como alguém que se ocupa de coisas triviais.

Por que Jesus teria dito:  "O homem viverá de toda palavra", se algumas dessas palavras não têm importância?  Eu gostaria de ver uma lista de palavras, padrões e ordenanças que o homem determinou não terem importância.

Quando o homem for capaz de criar sóis, luas e estrelas e pendurá-los no espaço; libertar uma nação escrava da nação mais poderosa da terra; abrir um mar e fazer descer maná do céu e projetar um tabernáculo que perfeitamente retrate um Sumo Sacerdote eterno que oferece um sacrifício definitivo, só então darei ouvidos às objeções arrogantes que ele faz contra os padrões de Deus.  Edifiquemos de acordo com a planta!

- por Jack Holt


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA