Share Button

Numa Sala Superior

Os anos que Jesus gastou tentando ensinar e treinar aqueles doze foram uma experiência desanimadora. Como eram lerdos S impenetráveis para o ensino! Todo o seu arsenal didático, composto por milagres, parábolas, exemplos pessoais, sermões, conversas particulares, orações e explicações, não tinha conseguido fazer com que entendessem a verdadeira natureza do Rei e do reino.  O que de fato aprenderam era que, se ele fosse o rei, eles seriam os maiorais de seu império.  Agora, restavam apenas poucas horas para a traição e para a crucificação.  Parecia impossível que esse grupo de "crianças" imaturas e incompreensivas se desenvolvessem em líderes da categoria de apóstolos.  Mesmo ao entrar na sala em que celebrariam a última Páscoa, eles tentaram disputar entre si os melhores lugares na mesa.  Parece que nenhum deles tinha aprendido nada sobre ser servo.

Tão perto estavam da cruz e havia tanto ainda para lhes ensinar, mas eram imaturos demais para aprender.  Tão próximo da cruz, ele precisava de um amigo.  Precisava de compreensão.  Precisava ver que a sua obra tinha preparado um grupo de primeira categoria de mestres bem treinados, ávidos e sábios S homens capazes de conquistar o mundo com o evangelho salvador.

Mas, ao sentar-se para observá-los, a cruel realidade pesava em seu coração.  Ele os viu resmungar, olhar atravessado um para o outro, sussurrar e murmurar enquanto disputavam o melhor lugar.  Eram insensatos, negligentes, incompreensivos, impulsivos, carnais, egoístas e orgulhosos.  Eram arrogantes e fizeram julgamentos precipitados.  Apesar de tudo o que ele tinha ensinado, eles só aprenderam vislumbres breves de sua verdadeira natureza e de seu verdadeiro propósito.  Antes de encerrar a noite, já o teriam interrompido sete vezes (João 13:25,36-37; 14:5,8,22; 16:17-18,29), e ele já teria predito a deserção de todos eles.  Se ele não soubesse "a natureza humana" (João 2:25) e o que esses ainda poderiam vir a ser, certamente se chocaria, ficando deprimido e sentindo-se fracassado.  A última noite com eles começou de uma forma péssima.

Enquanto competiam a glória, ele se levantou.  Falar mais não adiantaria, mas ele precisava repreendê-los. O movimento dele em direção à água e à toalha chamou a atenção de alguns deles.  Mas quando se ajoelhou para lavar os pés de Pedro, todos ficaram pasmos e foram paralisados momentanea-mente.  Sem dúvida eles entenderam a repreensão e se sentiram imediatamente humilhados por causa da culpa deles.  De forma típica, Pedro compensou exageradamente protestando com impulsividade S talvez sem graça por ter sido pego em seu egoísmo orgulhoso.  Sendo repreendido de novo, Pedro mais uma vez reagiu com exagero ("Não somente os pés, mas também as mãos e a cabeça", João 13:9).  Jesus não o tratou com delicadeza nem desistiu. Disse firmemente a Pedro que seria os pés, somente os pés, e o porquê (João 13:10).  E, mais tarde, quando Pedro gabou-se que ele jamais negaria o Senhor, Jesus disse (em efeito):  "Pedro, você tem boas intenções, mas é tão fraco.  Satanás está para te conquistar de vez"  Pedro podia, às vezes, ser tão irritante.  Será que Jesus alguma vez quis dizer:  "Pedro, cale a sua boca . . . abre o seu entendimento . . . e amadureça!"

Sim, Jesus prosseguiu e instituiu a Ceia, assegurando a esses homens o consolo contínuo do Espírito e fazendo a famosa oração antes de levá-los ao Getsêmani.  Apesar das falhas deles e das frustrações que se seguiram, Jesus tinha escolhido esses homens, não pelo que eram, mas pelo que poderiam vir a ser.  Ele sabia que os acontecimentos das horas que imediatamente se seguiriam e a próxima visita que lhes faria três dias depois transformariam a vida deles, e os encheria de um espírito inabalável de entendimento, fé, compro-misso e sacrifício.  Todos os esforços dele finalmente se uniriam para fazer deles os melhores líderes do reino.  A última ceia, então, foi a última lição deles antes de se formarem, saindo do grau de fraqueza infantil para o de grandeza apostólica.

- por Royce Chandler


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA