Share Button

A necessidade do batismo nas águas

O papel do batismo nas águas na salvação das pessoas é bem fácil de entender. O apóstolo Pedro mandou que seus ouvintes no Dia de Pentecostes fossem “batizados em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados” (Atos 2:38). Como o batismo é “para a remissão dos pecados”, é absolutamente necessário para a salvação.

Alguns argumentariam, no entanto, que o batismo de Atos 2:38 na verdade é o batismo com o Espírito Santo, não o batismo nas águas. Há diversas dificuldades associadas com este ponto de vista.

Jesus prometeu aos seus apóstolos que ele lhes mandaria o Espírito Santo, também descrito como “o Consolador” e “o Espírito da verdade”, depois de subir ao céu. Após sua ressurreição, Jesus ordenou que os apóstolos ficassem em Jerusalém para aguardarem esta promessa (Atos 1:4-5). Eles seriam batizados com o Espírito Santo, batismo que aconteceu no Dia de Pentecostes, que pôde ser visto quando falaram em línguas (2:1-4). O batismo com o Espírito Santo não foi administrado por homens, ou seja, nenhum homem batizou outro com o batismo com o Espírito Santo. O batismo com o Espírito Santo foi prometido, não ordenado. Veio “direto do céu”.

Em Atos 2:38, no entanto, Pedro não falou para seus ouvintes “esperarem” pelo batismo; o batismo de Atos 2:38 foi ordenado. Por que Pedro ordenaria que fossem batizados se o batismo de Atos 2:38 fosse o batismo com o Espírito Santo? Certamente seus ouvintes não controlavam o Espírito Santo. Do que adiantaria os apóstolos ordenarem que fossem batizados? O batismo de Atos 2:38 é um que eles podiam buscar e receber em obediência, em vez de um dado a eles de acordo com a vontade do Espírito Santo.

A natureza do batismo com o Espírito Santo foi novamente ilustrada em Atos 10 quando o Espírito Santo desceu sobre Cornélio e sua casa (versículos 44 e 47). Eles não estavam buscando este batismo; foi administrado do céu. Depois, Pedro ordenou que Cornélio e sua casa fossem batizados em nome do Senhor – o batismo da grande comissão.

No dia de Pentecostes, os apóstolos estavam cumprindo a grande comissão como fora dada a eles por Jesus. Ele disse: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19). Foi ordenado que os apóstolos batizassem estes ouvintes, assim o batismo foi ordenado, não prometido. Faz sentido que o batismo de Atos 2:38 seria o mesmo batismo que o da grande comissão.

Alguém acredita que o batismo da grande comissão é o batismo com o Espírito Santo? No relato de Marcos, Jesus liga o batismo da grande comissão com a fé e a salvação – “Quem crer e for batizado será salvo...” (16:16). O batismo da grande comissão é colocado antes da salvação, e é uma condição para a salvação. O batismo de Atos 2:38 é ligado à salvação da mesma forma; é “para remissão dos vossos pecados”.

– por Allen Dvorak


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA