Os desafios na vida do novo cristão (20)

Os cuidados do mundo

Um amigo meu queria um jardim no seu quintal. Depois de gastar muito tempo, dinheiro e esforço, o seu quintal não produzia nada. Outro amigo, após gastar pouco tempo, dinheiro e esforço em seu quintal, teve uma “safra” inigualável.

Como se pode explicar a diferença entre esses dois jardins? Os dois terrenos receberam fertilizantes, cultivo, sementes de alta qualidade e sol e chuva como deviam. A única diferença estava na qualidade do solo. Um era improdutivo e barrento, ao passo que o outro era rico e fértil. Não é difícil ver uma semelhança com os cristãos.

“Eis que o semeador saiu a semear. E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho.... Outra parte caiu em solo rochoso.... Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram. Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto: a cem, a sessenta e a trinta por um” (Mateus 13:3-8).

O solo ao lado do caminho entrava em contato com a semente, mas não a aceitava (Lucas 8:12). O solo rochoso (pedregoso) tinha tão pouca profundidade, que a semente não conseguiu sobreviver às provações e às tentações que se seguiram (Lucas 8:13). O solo espinhoso era fértil, mas já tinha ocupantes: “O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera” (Mateus 13:22). Em nossa atual sociedade ativa, o solo espinhoso tem muitos exemplos.

Os “cuidados do mundo” são preocupações e interesses mundanos. Enquadram-se em três categorias:

Œ Alguns cuidados são sempre pecaminosos. “Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente” (Lucas 21:34). Nunca é certo fazer as obras da carne (adultério, prostituição, sensualidade, idolatria, etc. ‒ Gálatas 5:19-21).

Parece-lhe estranho que o Novo Testamento alerte os cristãos de um comportamento tão repulsivo quanto esse? Todos os pecados desta lista foram praticados por pessoas que se diziam seguir a Cristo.

A ansiedade é outro exemplo do cuidado mundano que sempre é pecaminoso. “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?” (Mateus 6:25).

 Alguns cuidados são sempre certos. “O que realmente eu quero é que estejais livres de preocupações. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, de como agradar ao Senhor” (1 Coríntios 7:32). “Cooperem os membros, com igual cuidado, em favor uns dos outros” (1 Coríntios 12:25). “Além das coisas exteriores, há o que pesa sobre mim diariamente, a preocupação com todas as igrejas” (2 Coríntios 11:28).

Sempre é certo obedecer a Deus. Devemos importar-nos mais com Deus, que exige honestidade, do que pelo empregador que exige que mintamos para protegê-lo. Devemos importar-nos mais em nos reunir com os santos do que com o salário por trabalho extra. Seja no vestir, no falar ou no agir, devemos obedecer a Deus e não aos homens (Atos 5:29). Alguns estão no pecado simplesmente porque não se importam.

Ž Alguns cuidados podem ser certos ou errados, dependendo das circunstâncias. “Mas o que se casou cuida das coisas do mundo, de como agradar à esposa” (1 Coríntios 7:33). O marido deve manter o equilíbrio correto entre a atenção que deve dispensar à esposa e as demais atividades que Deus exige dele. O pai deve corretamente dividir o seu tempo entre os filhos e as demais obrigações. Educação boa é a que melhor prepara para servir ao Senhor; é má se leva o indivíduo a negligenciar ao Senhor. Deus nos providenciou boas coisas para o nosso prazer (1 Timóteo 6:17); mas também nos adverte quanto ao mau uso do prazer (2 Timóteo 3:4).

Romanos 14 discute algumas coisas que, dependendo das circunstâncias, podem ser certas ou erradas. Há uma diferença entre quem comete fornicação (sempre errado) e quem come presunto (correto em si, mas errado se leva outro a tropeçar).

Fazer natação não é errado, mas, se praticado em presença de pessoas vestidas de forma inadequada, pode ocasionar a tentação (Mateus 5:28; Romanos 14:13). Assistir a televisão não é errado, mas, quando consome muito do nosso tempo ou enche a nossa mente de lixo moral, devemo-nos arrepender (Provérbios 4:23; Efésios 5:16; Filipenses 4:8).

O Novo Testamento não precisa citar uma prática condenável para que seja pecaminosa. As “tais coisas” de Gálatas 5:21 são igualmente condenadas em princípio como outros pecados são condenados pelo preceito. Alguns estão em pecado por não distinguirem entre os cuidados certos e os errados.

Nem de longe podemos estimar quanto custou a Deus tornar-nos bom solo. Por isso, não deixe que os cuidados do mundo o impeçam de dar frutos para o Senhor (Mateus 13:23).

–por Rick Duggin


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA