Share Button

Ele é poderoso 

Foi do último lar de Paulo na terra – uma cela de prisão na cidade de Roma – que, ao chegar na sua hora final, ele escreveu as seguintes palavras:

“E, por isso, estou sofrendo estas coisas; todavia, não me envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia” (2 Timóteo 1:12).

Observe como Paulo, nesta frase, progride do tempo passado ao presente. Ele disse, “sei” (tempo presente) “em tenho crido” (tempo passado). Muitas vezes no passado, Paulo colocou sua confiança nas promessas de Jesus e no poder de Deus. Quando escreveu, afirmou que suas decisões em Cristo eram corretas. Sua fé fora bem colocada.

Paulo também sabia que, em breve, iria deixar este mundo. Ele fala de sua execução iminente em termos bem claros, não reclamando e nem com apreensão. Ele encara a morte com a tranqüilidade, que vem de sua expectativa irrestível da vitória completa e eterna logo após a luta final (veja 2 Timóteo 4:6-8,18).

A tragédia pior e mais devastadora não era sair deste mundo, mas sim sair deste mundo despreparado para encontrar e ficar diante de Deus no julgamento. Este é o perigo! Mas, graças a Jesus, Paulo colocou sua confiança nele e então a morte não o assustou.

“Tenho crido nele”

O objeto da fé e da confiança de Paulo era o próprio Jesus. Dar Jesus para morrer na cruz foi uma demonstração poderosa do amor do Pai e do Filho para conosco (João 3:16). Jesus disser ser a verdadeira luz dos homens (João 1:9). Paulo cria nisso, e também que sua vida havia sido tão produtiva porque Jesus havia dado um significado a ela (João 15:4). Ele cria em Jesus como “Senhor meu e Deus meu” (João 20:28) e que ele certamente era o único caminho para chegar ao Pai (João 14:6). 

Paulo acreditava na mensagem de Jesus sobre a preparação para se sair desse mundo, sendo isso de grande importância. Jesus queria que todos soubessem desse valor e, no entanto, usou uma linguagem prática para enfatizer seu ponto. Leia suas palavras e irá achar difícil esquecê-las! Ele quis que fosse assim (Marcos 9:42-48).

Paulo sabia que o Senhor iria olhar por ele e nunca o deixaria ser tentado além de sua capacidade de resisitir (1 Coríntios 10:13). 

Assim, como Paulo, devemos ter este mesmo tipo de confiança, sabendo que, se não for em Cristo, qualquer confiança é baseada em esperança falsa. Para nos chegar a Deus, temos que crer que ele existe e confiar em suas promessas dadas através do seu Filho (Hebreus 11:6; João 8:21;24). Crer em Jesus significa obedecê-lo (Lucas 6:46). 

“Estou certo”

O próprio relacionamento de Paulo com Jesus havia tornado sua crença em conhecimento. Fora como escalar uma montanha. Quanto mais alto a pessoa for, mais longe verá. Quanto mais longe vê, mais conhece. Quanto mais Paulo via na sua vida, mais sabia que colocar sua confiança em Jesus era a melhor escolha que poderia fazer. Também conosco o conhecimento assim vem quando nos aproximamos de Deus. Conforme nos aproximamos também começamos a pensar e falar cada vez mais sobre a vida eterna. “Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25).

Da mesma forma que Paulo passou a ter conhecimento sobre algumas coisas, nós também podemos. João, em sua primeira epístola, nos mostra algumas delas: Podemos conhecer Jesus e saber que estamos nele (1 João 2:4-5); Podemos saber que ele é justo (1 João 2:29). Podemos saber que seremos semelhantes a ele na sua volta, se nos pruificarmos agora (1 João 3:1-3). Podemos conhecer o amor de Deus (1 João 4:16). Podemos saber que somos de Deus (1 João 5:19; 4:1,6). Podemos saber que o Filho de Deus veio (1 João 5:20).

Com certeza, há algumas coisas que não podemos saber agora, mas existem muitas outras que que podemos. Se o relacionamento de alguém com Deus for tão vazio, ao ponto dessa pessoa não ter certeza de nada, isso está errado. Podemos saber e ter certeza de fatos extremamente importantes e úteis. São as coisas que chegamos a compreender quando passamos a “conhecer em quem temos crido”.

“Ele é poderoso”

Nosso Deus é um Deus todo-poderoso. O fato de ele permitir ao homem a liberdade de “fazer as suas coisas” e escolher o seu próprio caminho (mesmo quando as escolhas são extremamente más), não significa que Deus não tem poder. Apenas significa que ele nos permite, pela sua misericórdia e graça, a ter oportunidades repetidas para fazermos correções e para escolhermos o que é certo. Não devemos, como as pessoas geralmente fazem, confundir a misericórdia e a paciência de Deus com a falta de poder, até de poder para executar o julgamento na hora escolhida.

Jesus é poderoso para “guardar” ou “manter” seguro aos seus cuidados aquilo que lhe entregamos. Quando lhe entregamos o bem-estar eterno das nossas almas, precisamos saber que ele é poderoso para guardar nossa salvação eterna e deixá-la bem segura. Nossas almas são protegidas pelo poder de Deus através da nossa fé. “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo” (1 Pedro 1:3-5).

Uma outra razão para a confiança de Paulo é que Jesus não é apenas poderoso para “salvar” mas para “salvar para sempre” aqueles que “se chegam” (Hebreus 7:25). Enquanto vivermos pela fé, o poder de Deus irá nos manter seguros. Por isso não podemos desistir da nossa fé, pois se a deixarmos, também estaremos sem a segurança de Deus. Nós, como suas ovelhas, temos que continuar a seguir a sua voz (João 10:27-29). Tiago diz que chegar a Deus envolve submeter-se à vontade do Senhor e resistir a Satanás (Tiago 4:7-8).

Nossa confiança no Senhor precisa ser tão forte quanto a de Paulo. Nós, também, precisamos acreditar que “ele é poderoso”. Lembre-se daquela vez que um pai implorou a Jesus a favor do seu filho doente e possesso, “Mas se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos”. Jesus respondeu “Se podes! Tudo é possível ao que crê” (veja Marcos 9:19-27). Era preciso que o homem não tivesse qualquer dúvida; Jesus podia fazer qualquer coisa que fosse necessário. Ele pode fazer da mesma forma conosco espiritual e eternamente. Deixemos nossa perspectiva e confiança serem como as de Paulo. Isso irá nos ajudar a viver na esperança hoje e amanhã, e nos levará ao dia eterno quando aquilo que esperamos será nossa vitória eterna.

–por Jon W. Quinn


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA