O caminho do favor divino 

"Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos. E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR” (Salmo 40:1-3). 

Este parágrafo do Salmo 40 tem uma diversidade de explicações, mas a mais simples e mais lógica é que era a descrição de Davi sobre ser levado ao favor divino. As várias coisas que ele menciona são exatamente as mesmas coisas que são envolvidas com qualquer homem ser levado ao favor divino no plano cristão. Vamos fazer a comparação neste estudo. 

O despertar

O salmista veio a si. Ele despertou. Ele reconheceu que precisava de Deus. No versículo um, vemos como clamou ao Senhor. Isso é o começo de ser levado a Deus até hoje. O pecador tem que reconhecer que é um pecador e que devido a isso ele está separado de Deus. Ele tem que despertar à sua necessidade e clamar ao Senhor, como fez Saulo de Tarso que disse: “Senhor, que queres que faça?” (Atos 9:6). Até o pecador despertar à sua condição e à sua necessidade de Deus, não há como ele chegar ao favor divino. 

A libertação

Quando o salmista clamou ao Senhor, o Senhor o ouviu e o libertou. “Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama” (Salmo 40:2). É claro que isso é linguagem figurada. No entanto é óbvio demais para errar. O Senhor ainda livra as pessoas do poço horrível e do tremedal de lama do pecado. É claro que a maneira que é feito é diferente da maneira de Deus para seu povo sob a Lei de Moisés. Entretanto, é Deus, rico em misericórdia, que salva (João 3:16). Mas como Deus salva o homem? Ele opera de uma maneira misteriosa e indefinida, impossível de ser vista ou entendida? Não! Ele salva o homem dos seus pecados lhe fornecendo o salva-vidas — o evangelho de Jesus Cristo seu Filho. “Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Romanos 1:16). Enquanto é o Senhor que liberta o homem dos seus pecados, o homem que quer a libertação precisa fazer algumas coisas. Ele precisa ouvir e crer no que tem no evangelho, pois esta mensagem salva (Hebreus 11:6). Ele tem de se arrepender dos seus pecados (Atos 17:30). Ele precisa confessar sua fé em Cristo como Filho de Deus (Romanos 10:9-10). Ele tem de ser batizado para remissão dos seus pecados (Marcos 16:16; Atos 2:38; Atos 22:16). Quando o homem faz isso, ele ainda é um servo inútil. Ele ainda tem de depender do Senhor para libertá-lo dos pecados. Ele não pode fazer sozinho. Mas isso não quer dizer que não precisa fazer o que Deus manda. 

A segurança fornecida

Quando o Senhor libertou o salmista do tremedal de lama, ele colocou seus pés sobre uma rocha (Salmo 40:2). Ele deixou-o seguro, Ele não estava mais no tremedal de lama como esteve antes. Neste últimos dias, o Senhor, quando ele liberta um homem do pecado, coloca-o numa rocha – um lugar de segurança. Ele fica seguro sob a maravilhosa fundação da verdade – Jesus Cristo é o Filho de Deus. Firmemente implantado nesta rocha, o cristão está seguro. Ele nunca precisa temer. Se ele continua a fazer a sua parte, se ele permanecer fiel em Cristo como é exigido, ele pode falar com a certeza do apostolo aos gentios: “porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia” (2 Timóteo 1:12). “Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” (2 Timóteo 4:6-8). Graças a Deus por tal segurança! 

O caminho firmado

O salmista, quando seguro, teve outra coisa que foi feita por ele. Seus passos foram firmados pelo Senhor. Ele poderia ter sido facilmente preso novamente no tremedal de lama se não fosse pelo fato que o Senhor firmou seus passos, isso é, lhe falou qual caminho seguir. O cristão também poderia ficar preso novamente no tremedal de lama do velho caminho se não fosse pelo fato que ele tem seus passos e seu caminho firmados pelo Senhor. Afirmações como Tito 2:11-12 claramente definem isso: “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente”. Ele estabeleceu nossos passos também. 

A adoração firmada

Quando Davi entrou no favor divino , ele não só foi abençoado tendo seus passos firmados mas também foi abençoado tendo uma adoração firmada para ele, agradável na presença de Deus. Observe versículo três: “E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus...” Para aqueles que estão no divino favor do plano cristão, Deus também firmou uma adoração que lhe agrada. Em 1 Coríntios encontramos uma demonstração disso. Quando o povo de Deus se reuniu, participaram da Ceia do Senhor (11:20-29). Também cantaram, oraram e ouviram a palavra de Deus sendo ensinada (14:14-19). Da mesma forma foram instruídos a darem conforme a sua prosperidade. Isso é o que Deus autorizou como adoração. 1 Coríntios 14:25 diz que estas reuniões foram ocasiões de adoração. Como veio de Deus, é agradável a ele, apesar de não parecer agradável a muitos. Aqueles que estão no favor divino ficam felizes em fazer estas atividades e a se contentarem com elas. 

Mais resultados

Quando o salmista chegou ao favor divino ele foi abençoado com o fornecimento de todas estas coisas para ele. Mas além disso, havia outros resultados, que seguiram. “Muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR” (Salmo 40:3). Outras pessoas são abençoadas quando uma vem a termos com Deus. A mesma coisa é verdadeira hoje. Outros beneficiam-se quando as pessoas se tornam cristãos e permanecem fiéis. Há grande poder no exemplo cristão. “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5:14-16). Que coisa maravilhosa é seguir o caminho que leva ao favor divino!

–por Curtis E. Flatt


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA