Os desafios na vida do novo cristão (17)

Resolvendo problemas
entre os irmãos

A Bíblia afirma: “É inevitável que venham escândalos” (Lucas 17:1). No entanto, devemos estar atentos para o fato de que o conflito pode ocasionar pelo menos dois perigos.

Primeiro: conduta ímpia. “Ira” é perigoso. Uma pessoa irada diz coisas prejudiciais que agravam o problema (Provérbios 15:18). É possível que os irmãos até esqueçam a questão inicial, mas fiquem de mal por causa do ressentimento que tomou conta deles. “Segui a paz com todos . . . nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe” (Hebreus 12:14-15). A amargura é uma raiz forte e profunda que, como uma grama na calçada, pode minar um alicerce sólido. Cuidado com os seus resultados: o ódio, as discussões, os ciúmes, acessos de ira e dissensões. “Não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam” (Gálatas 5:20-21; Tiago 3:13-16).

Segundo: impacto negativo na vida dos outros. O versículo que adverte contra a amargura diz: “Nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados” (Hebreus 12:15). Outras pessoas podem ser envolvidas na situação e ser tentadas a pecar. “Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar” (Mateus 18:6). Não demora muito para devastar uma igreja, nem é tão difícil! (1 Coríntios 5:6)

Como resolver os problemas

Nas “coisas desta vida . . . por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?” (1 Coríntios 6:3,7).

Mas quando há pecado em jogo, deve ser enfrentado. “Se teu irmão pecar [contra ti], vai argüí-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão. Se, porém, não te ouvir, toma ainda contigo uma ou duas pessoas, para que, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, toda palavra se estabeleça. E, se ele não os atender, dize-o à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considera-o como gentio e publicano” (Mateus 18:15-17). Aqui Jesus oferece quatro etapas para a solução dos problemas entre os irmãos.

Œ Ir. Se a culpa é do outro, vá a ele. Se é sua, vá a ele (Mateus 5:23-24). Não diga: “A culpa é dele; ele é que tem de se desculpar para mim”, nem “Se ele tem um problema comigo, ele deve vir falar comigo a respeito”.

 Repreender. “Acautelai-vos. Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o” (Lucas 17:3). No entanto, lembre-se de falar “a verdade em amor” (Efésios 4:15). Como Paulo instruiu a Timóteo: “Corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina” (2 Timóteo 4:2).

Ž Perdoar. “Se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se, por sete vezes no dia, pecar contra ti e, sete vezes, vier ter contigo, dizendo: Estou arrependido, perdoa-lhe” (Lucas 17:3-4). Jesus nos ensinou a perdoar os outros para que Deus nos perdoe (Mateus 11:25-26). Deus nos perdoou tanto que não devemos impor limites para perdoar (Mateus 18:21-35). Jesus demonstrou perdão na cruz (Lucas 23:34).

 Retirar-se. Quando um homem, em particular, procura falar com um irmão sobre o seu pecado e este se recusa a ouvir, ele deve levar uma ou duas testemunhas para abordá-lo novamente. Se ainda não quiser escutar, deve ser levado diante de toda a igreja. O objetivo é “ganhá-lo” (Mateus 18:15). Se ele se recusa a escutar a igreja, ele está andando desordenadamente (pensando num estilo de vida e não num fato isolado) e foi encorajado repetidas vezes para mudar o seu procedimento. Os cristãos devem afastar-se dele e não manter seu contato social com ele (2 Tessalonicenses 3:6,14). Ele ainda é bem-vindo como irmão na assembléia (“adverti-o como irmão” – 2 Tessalonicenses 3:15), mas não nos eventos sociais, nem mesmo nas refeições (1 Coríntios 5:11). Essa recusa de “ficar na companhia” dele é descrita como entregá-lo “a Satanás para a destruição da carne, a fim de que o espírito seja salvo no Dia do Senhor [Jesus]” (1 Coríntios 5:5) e tem por objetivo envergonhar a pessoa (2 Tessalonicenses 3:14). O resultado desejado é salvar o espírito (1 Coríntios 5:5), mas, de qualquer forma, a igreja está limpa, purificada do mal (chamado “fermento” devido a sua capacidade de se espalhar rapidamente – 1 Coríntios 5:6).

Q ualquer coisa que você faça, aja rápido. A resolução dos problemas entre irmãos deve acontecer antes de adorarmos a Deus. “Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma cousa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta” (Mateus 5:23-24). “Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo” (Efésios 4:26-27).

–por Gary Copeland


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA