Share Button

A procura do amor

“Agora, pois, se achei graça aos teus olhos rogo-te que me faças saber neste momento o teu caminho, para que eu te conheça e ache graça aos teus olhos” (Êxodo 33:13).

Se a nossa busca por Deus é inspirada no amor verdadeiro, não descansaremos até chegarmos a conhecê-lo como ele realmente é. A mera admiração pode se contentar em sentar e sonhar, mas o amor verdadeiro levanta e queima o chão em direção ao conhecimento verdadeiro de Deus. Tal amor persistente no coração de alguém que busca é uma conseqüência mais celestial que todo o intelecto plácido do mundo. ‟De toda a música na terra, aquela que chega mais longe no céu é a batida de um coração que verdadeiramente ama” (Henry Ward Beecher).

Conhecer a Deus é muito mais que um exercício de “informações”. Não tentamos entender Deus apenas por curiosidade; nós procuramos conhecê-lo por amor. E o amor que nos move na direção de conhecer Deus é tão real e forte quanto o amor mundano. "O amor pelo Senhor não é algo etéreo, intelectual, ou como sonho; é o amor mais intenso, mais vital, mais apaixonado do qual o coração humano é capaz de sentir” (Oswald Chambers).

É óbvio que nem todos que dizem amar a Deus têm toda essa paixão. Mas aqueles que estão mornos ou sem direção simplesmente não encontrarão a Deus. As coisas boas que vêm de amar a Deus são reservadas por aqueles que levam-no a sério.

“Buscar-me-eis e me achareis”, diz Deus, “quando me buscardes de todo o vosso coração” (Jeremias 29:13). Somente o amor de coração inteiro tem a persistência necessária para encontrar a Deus. Esse tipo de amor é uma força ativa, sempre compelindo-nos a buscar, a procurar e a conhecer o outro. Nunca nos deixará ficar contente até que tenhamos entrado profundamente em um relacionamento com o nosso Amado. O amor achará o caminho para encontrar Deus.

O amor é audacioso e aspira à grandeza. Combinando as qualidades de reverência e coragem, o amor desafia buscar ao próprio Deus. O amor mais profundo no coração humano não aceita nada menos. Não desistirá em sua busca até que tenha encontrado a própria Fonte da qual foi criada. “Mais perto, meu Deus, de ti, mais perto de ti, mesmo que seja uma cruz que me levanta, ainda todo o meu cântico será, mais perto, meu Deus, de ti!”

O amor não pode ser inativo; sua vida é um incessante esforço de saber, de sentir e de perceber os tesouros infindáveis escondidos em suas profundezas. Isso é o desejo insaciável do amor. (Jan Van Ruysbroeck)

–por Gary Henry


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA