Share Button

Na imagem de Deus

“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” – Gênesis 1:27

Certamente não é uma coincidência que nós ansiamos por Deus. Este profundo desejo não pode ser resultado de um erro maluco na operação de forças meramente físicas. Nossa fome por justiça não é um capricho da natureza. Desejamos Deus porque fomos criados assim pelo próprio Deus, o criador em cuja imagem fomos criados. Como nosso Princípio, ele é o único Fim perfeito na direção que devemos caminhar.

Os seres humanos são inerentemente religiosos. "Nós sentimos e sabemos que somos eternos" (Spinoza). Apesar de muitas vezes nos distrairmos com preocupações menores, ainda sentimos um desejo profundamente enraizado pela comunhão com o divino. Tendo Deus colocado a eternidade em nossos corações (Eclesiastes 3:11), nós, por instinto, esforçamo-nos pela união com a Origem do nosso ser.

Como criaturas feitas à imagem de Deus, desejamos um relacionamento com outros seres pessoais. E se precisamos nos relacionar com criaturas semelhantes, necessitamos ainda mais profundamente de um relacionamento com o nosso Criador. Fomos planejados para algo que as escrituras chamam de “comunhão” com Deus (1 João 1:3). Sem este envolvimento essencial, nossos espíritos vagariam pelo vazio.

O propósito de nossa existência é muito bem descrito nesta velha tradição: “O fim principal do homem é glorificar a Deus e apreciá-lo para sempre.”

Essas palavras descrevem perfeitamente a satisfação maior que está ao nosso alcance, analisando o assunto da nossa perspectiva. Porém, da perspectiva de Deus, não podemos dizer também que ele nos deu o poder de glorificá-lo e apreciá-lo para poder mostrar sua bondade através de nós? Nós somos meios, instrumentos através dos quais Deus pretende demonstrar, pelas nossas ações, a sua bondade.

Se formos alienados de Deus, ele não poderá revelar plenamente a sua bondade através de nós. Se seu propósito não está se cumprindo em nós, não podemos sentir a alegria para a qual fomos criados. E se perdermos a alegria, tudo mais no mundo se tornará futilidade e frustração. “Ó Deus...meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água” (Salmo 63:1). Tendo sido criados por Deus, nós o desejamos. Quando os nossos corações se apertam nesse mundo, significa que estamos com saudades do lar.

Aquele que é criado à imagem de Deus deve conhecê-lo ou ficará desolado.(George MacDonald)

–por Gary Henry


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA