Share Button

O Ponto Cego de Lutero

O sistema total do pensamento evangélico de hoje chega-nos vindo da obra de reformadores protestantes tais como Lutero e Calvino. Foi preciso muita coragem destes homens que arriscaram tudo para falar abertamente e denunciar a gritante corrupção da verdade do Novo Testamento pela hierarquia da Igreja estabelecida. Expor os erros existentes na Igreja conduziu ao extremo oposto.

É fácil para os movimentos reacionários ficarem tão agarrados a suas metas imediatas que perdem de vista sua meta final. Lutero disse algumas coisas bem surpreendentes e confusas para um homem que parecia tão dedicado a rejeitar tradições humanas e incentivar uma volta ao Novo Testamento como nossa única autoridade em matérias de religião. Uma vez que ele desenvolveu seu sistema de justificação somente pela fé, enfrentou algumas passagens difíceis no Novo Testamento que simplesmente não podia pôr em harmonia com sua doutrina. Então Lutero mudou sua doutrina? Não. Em vez disso, aconselhou a desconsiderar essas passagens difíceis ou, pelo menos, não valorizá-las.

Muitos podem estar surpresos ao descobrirem que Lutero fez isto, mas é exatamente assim que agiu. Observe suas próprias palavras:

"Se eu tivesse que ficar sem uma ou outra -- ou as obras ou a pregação de Cristo -- eu antes ficaria sem suas obras do que sem sua pregação. Pois as obras não me ajudam, mas suas palavras dão vida, como ele mesmo diz. Ora, João escreve muito pouco sobre as obras de Cristo, mas muito sobre sua pregação.

Os outros evangelistas escrevem muito de suas obras e pouco de sua pregação. Portanto, o evangelho de João é aquele terno, verdadeiro, de longe o principal evangelho a ser preferido aos outros três e colocado acima deles. Assim, também, as epístolas de São Paulo e São Pedro, ultrapassam de longe os outros três Evangelhos, Mateus, Marcos e Lucas.

Numa palavra, o evangelho de São João e sua primeira epístola, as epístolas de São Paulo, especialmente Romanos, Gálatas e Efésios, e a primeira epístola de São Pedro são os livros que nos mostram Cristo e que nos ensinam tudo o que é necessário e bom para conhecermos, ainda que nunca se veja nem ouça qualquer outro livro ou doutrina. Portanto, a epístola de São Tiago é realmente uma epístola de palha, comparada com as outras, pois não tem nada da natureza do evangelho nela."

Luther, Works of Martin Luther - The Philadelphia Edition, trans. C. M. Jacobs, vol 6. Preface to the New Testament (Grand Rapids: Baker Book House, 1982), páginas 439-444. Conforme citado em Bercot, David W., Will The Real Heretics Please Stand Up, (Scroll Publishing, 1989), página 112.

Algumas observações:

O esquema de Lutero exigia uma crença na justificação somente pela fé. As Escrituras dizem "que uma pessoa é justificada por obras, e não por fé somente" (Tiago 2:24). Lutero diz para não prestar atenção porque Tiago é apenas "uma epístola de palha" não tendo "nada da natureza do evangelho nela". Então, por que nosso Senhor inspirou Tiago a escrevê-la? A quem atenderemos? Ao inspirado escritor Tiago, ou ao reformador Lutero?

O evangelho de João tem a passagem bem conhecida "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). Isto faz dele o evangelho favorito de Lutero, que ele classifica como "muito acima" dos outros. Mateus, Marcos e Lucas são demasiado dependentes de obediência (Mateus 7:12-23; Marcos 16:16; etc). Lutero diz que eles, diferentemente de João, salientam as obras antes que a pregação de Cristo, mas isso simplesmente não é o caso.

O evangelho de Mateus contém muito mais da pregação de Cristo do que o faz o evangelho de João. E João disse que escreveu seu evangelho para destacar os sinais que Jesus fez (João 20:30-31). Além de tudo isso, João também mostra a necessidade de guardar os mandamentos de Jesus (João 14:15-21; etc.).

Cuidado com quem quer que seja que nos encoraje a ignorar Escrituras de sua escolha! A maioria do mundo evangélico toma o esquema de salvação pela fé somente, como Lutero ensinou, como evangelho. Para manter tal doutrina, removem enormes porções do evangelho que a contradizem. Mas se começamos a fazer assim, então se torna mudo se a fé somente salva ou não, porque a fé não remove nem degrada qualquer das Escrituras de Deus. Isso não seria um ato de fé, não importa quem fará tal coisa, se Lutero, ou Calvino, ou qualquer de nós.

-por Jon W. Quinn

Leia mais sobre este assunto:
Abraão Creu em Deus

Poderei ser salvo como o ladrão na cruz?

Hoje Estarás Comigo no Paraíso 

Verdadeira Conversão

Vão e Façam Discípulos de Todas as Nações

Um Estudo do Livro de Efésios

O batismo é obra de justiça?

Até Quando Coxeareis Entre Dois Pensamentos?

Graça

O Que Devo Fazer Para Me Salvar?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA