Share Button

A cama curta de falsas doutrinas

Sete séculos antes do nascimento de Jesus, um pregador com uma mensagem messiânica avisou os povos de Judá e Israel das conseqüências dos seus pecados. Enquanto alguns ouviam, a maioria rejeitou as advertências divulgadas por Isaías. Continuou na rebeldia contra Deus, achando que o pecado não traria nenhuma conseqüência.

O seu desrespeito para com Deus foi alimentado pelos líderes - até os próprios líderes religiosos. Deus os descreveu como um bando de homens bêbados, incapazes de guiar o povo no caminho santo. Ao invés de preparar um banquete das delícias da palavra de Deus, eles ofereceram ao povo mesas cheias de vômito (28:7-8). Poderiam, pelo menos, ter apoiado o trabalho do verdadeiro profeta no meio deles, mas nem isso fizeram. Zombaram de Isaías, reclamando sobre a canseira de ouvir a palavra de Deus como mera repetição de preceitos e regras sem sentido (28:9-10).

Hoje, é fácil imitar os pecados desses líderes israelitas. Muitos pastores e pregadores hoje não se esforçam a aprender e ensinar a palavra pura de Deus, se tornando contentes em oferecer mesas cheias de imundícia. Alguns têm até a ousadia de desprezar o estudo das Escrituras, pervertendo textos como 2 Coríntios 3:6 ("...a letra mata, mas o espírito vivifica") para desestimular as pessoas que querem aprender mais da vontade de Deus.

O Senhor, por seu profeta Isaías, avisou o povo do efeito negativo desse descaso em relação à palavra. Prometeu trazer estrangeiros para castigar o povo, e afirmou que nem os líderes mais poderosos achariam saída no dia da vingança divina.

Na sua arrogância, estes homens continuaram rebeldes. Gabaram-se da sua confiança diante das ameaças de Deus: "Fizemos aliança com a morte e com o além fizemos acordo; quando passar o dilúvio do açoite, não chegará a nós, porque, por nosso refúgio, temos a mentira e debaixo da falsidade nos temos escondido" (28:15). Confiando nas mentiras e falsidades, eles se acharam isentos do castigo.

Muitas pessoas hoje agem da mesma maneira. Rejeitam as advertências e negam as evidências que mostram a existência do Soberano Deus. Quando alguém fala de princípios absolutos de moralidade e ética, eles zombam. As idéias de justiça divina, recompensa eterna e castigo no inferno se tornam matéria de piadas e brincadeiras. Várias religiões e filosofias negam propositalmente o conceito de justiça de Deus, inventando teorias de reencarnação que oferecem oportunidades infinitas para "acertar" a vida e se aperfeiçoar pelo próprio esforço, sem depender da graça divina. Todas as doutrinas que recorrem à idéia da reencarnação imitam a atitude dos israelitas condenados por Isaías. Os adeptos de tais filosofias dizem ter feito uma "aliança com a morte". De fato, correm para o fim da vida totalmente despreparados.

Outras pessoas acreditam em alguma idéia de justiça divina, mas se acham isentas das conseqüências dos seus próprios atos de desobediência. Alguns confiam em doutrinas humanas que afirmam a impossibilidade de apostasia (uma vez salvo, salvo para sempre). Outros exageram o amor de Deus (enfatizando a misericórdia) ao ponto de negar a sua santidade (que exige a justiça e o castigo dos pecadores).

Isaías utiliza linguagem vívida para descrever o estado de tais pessoas despreparadas para encarar o julgamento de Deus: "Porque a cama será tão curta, que ninguém se poderá estender nela; e o cobertor, tão estreito, que ninguém se poderá cobrir com ele" (28:20). Numa cama curta, é impossível descansar bem. Com cobertor estreito, não há proteção do frio. As pessoas que confiam nas falsas esperanças de doutrinas humanas não terão descanso eterno, porque não serão protegidas da ira do Senhor.

Como nos dias de Isaías, hoje há muitos líderes religiosos oferecendo suas mensagens confortantes, defendendo o egoísmo e justificando toda sorte de pecado. A cama que preparam parece bem arrumada e confortável, mas na hora que precisa de descanso e proteção, ela não servirá para nada!

Quando você olhar para frente, meça bem a sua cama e escolha um bom cobertor, pois tem uma vida só na qual pode se preparar para a eternidade. O único refúgio que oferece descanso verdadeiro é Jesus Cristo (Mateus 11:28-30).

-por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
Cuidado com o Fermento!

Os Altos Não Foram Tirados

Por Que Acreditar numa Mentira?

O Perigo de Seguir a Religião dos Pais

Como Lidar Com Diferenças de um Modo Que Glorifica a Deus

Serão salvos todos os que têm zelo religioso e boa moral?


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA