Share Button

Os desafios na vida do novo cristão (8)
Quanto Devo Dar?

Você é novo na fé. Então, o que você provavelmente ouviu toda a vida com respeito a dar foi a velha história de que você é obrigado a dar o dízimo ao Senhor. Dar, para a maioria dos religiosos, é entendido como uma obrigação, não um privilégio. O Senhor jamais pretendeu que seus discípulos pensassem dessa forma. Tanto o Antigo Testamento quanto o Novo apresentam esse assunto de modo positivo.

"Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares" (Provérbios 3:9-10). "... O que semeia com fartura com abundância também ceifará ... Deus ama a quem dá com alegria" (2 Coríntios 9:6-7). Textos como esses acham-se por toda a Escritura. Deus olha para o seu coração generoso, preocupado com os outros, sincero e dedicado e promete bênçãos espirituais em grande quantidade. Na verdade, como o próprio Jesus disse: "Mais bem-aventurado é dar que receber" (Atos 20:35). Meu amigo cristão, ao tentar responder à pergunta: "Quanto devo dar?", talvez seja bom você primeiro perguntar: "Por que é melhor dar que receber?". Quando você tiver a resposta à segunda pergunta, provavelmente terá a resposta à primeira.

Dar é parecido com Deus

É mais bem-aventurado dar que receber porque reflete a própria natureza de Deus. Foi o que o motivou a criar o mundo (Gênesis 1:31; Salmo 19:1) e depois salvá-lo (João 3:16). O ato de dar nos une a Deus. Quando damos o nosso corpo como sacrifício vivo, escolhendo andar no espírito, não na carne, assumimos assim a imagem da semelhança de Deus (Romanos 12:1-2). Quando sacrificialmente entregamos o nosso amor ao próximo, ainda que não recebamos amor em troca, chegamos mais perto da perfeição do próprio amor de Deus (Mateus 5:43-48). Sendo assim, dê, e você parecerá com a imagem de Deus.

Dar é parecido com Cristo

"O Filho do Homem . . . não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (Mateus 20:28) "Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele...a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo" (Filipenses 2:5-8). O ato de dar sacrificialmente é o próprio âmago do significado que Cristo tem para nós. A disposição de nos esvaziar por causa do reino é o coração de quem somos e a quem representamos.

Dar é um investimento

O nervo mais sensível e revelador de nosso corpo é aquele que liga o nosso coração à nossa carteira. "Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração" (Mateus 6:19-21). Embora na teoria e na teologia falemos que o nosso tesouro se acha no céu, é só na própria prática que provamos ser apenas peregrinos aqui em baixo. Os macedônios, entregando-se primeiramente ao Senhor, se tornaram doadores generosos, mesmo em meio à grande pobreza (2 Coríntios 8:1-5). Sabe o que aconteceu? Se você ler 2 Coríntios 8-9, perceberá várias vezes que a "graça" de Deus foi uma retribuição do seu investimento. Eu sempre trocaria o ouro pela graça!

Mas quanto?

Ora, mesmo que a resposta à nossa segunda pergunta seja satisfatória, ainda devemos tratar da primeira: "Quanto dou?". A resposta é entre você e Deus. Ele lhe disse que desse generosa, abundante, alegre e corretamente (2 Coríntios 9:5-11). Ele mandou, como fez com os santos do primeiro século, pôr de parte de acordo com nossa prosperidade (1 Coríntios 16:1-2). O nosso Pai celeste intencionalmente não exigiu nenhuma porcentagem mínima, deixando para o coração de seus filhos decidir que quantia preencheria as exigências acima e agradaria a ele. Já de muito tomei por hábito, em resposta à pergunta, não dizer mais do que o Senhor disse, sabendo que a alma honesta fará o que é certo. Você o fará.

Mais um pensamento. Não restrinja as suas idéias de dar para a igreja local. Vários versículos nos mostram a necessidade da benevolência individual (1 Timóteo 5:10,16; Atos 2:44-45). Da mesma forma, o sustento individual de evangelistas é recomendado (3 João 5-8).

Se o seu coração estiver correto, também estará correta a sua contribuição.

-por Rick Lanning

Leia mais sobre este assunto:
Tragam Seus Dízimos e Recebam as Bênçãos de Deus: É Esta, Hoje em Dia, a Vontade de Deus?

Deus ama quem dá com alegria

O que a Bíblia Ensina Sobre a Igreja e seu Dinheiro?

Ofertando com propósito

O Cristão e seu Dinheiro

O Cristão e os Problemas Financeiros


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA