Share Button

O Livro de Atos: A Ponte de Ligação

"Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até os confins da terra" (Atos 1:8).

Estas são algumas das palavras de Jesus depois de sua ressurreição do túmulo. Elas foram ditas aos seus apóstolos pouco antes de sua ascensão ao céu. Estes onze homens estavam com ele desde o começo de seu ministério. Tinham visto e ouvido tudo. Durante os quarenta dias anteriores eles também se tornaram testemunhas de sua ressurreição. O plano de Deus para salvar o homem estava quase pronto para entrar em sua fase final.

Você já pensou que quebra-cabeça o Novo Testamento seria sem o livro de Atos? Este livro é de importância vital para o entendimento do resto do Novo Testamento - os evangelhos que o precedem bem como as epístolas que o seguem. Ele funciona como uma ponte que junta os evangelhos com as epístolas. Ele cobre um período de transição de trinta anos enquanto a "grande comissão" é desempenhada. "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" (Mateus 28:19).

Como isto aconteceu?

"Se é que permaneceis na fé, alicerçados e firmes, não vos deixando afastar da esperança do evangelho que ouvistes, e que foi pregado a toda criatura debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, me tornei ministro" (Colossenses 1:23).

Como cresceu de um grupo de apenas onze apóstolos e cerca de 120 outros discípulos em Jerusalém para as igrejas existindo por todo o mundo em apenas três décadas? Isto é o que o livro de Atos nos diz.

"...edificarei a minha igreja" (Mateus 16:18). Quando os evangelhos terminam, esta promessa ainda estava sem cumprimento. Ao tempo das epístolas, encontramos a igreja localizada através de todo o mundo conhecido, em Corinto, Éfeso, Filipos, Roma e em muitas, muitas outras cidades e povoações.

"Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade..." (João 15:26). Nem esta promessa estava cumprida quando os evangelhos se encerraram. Contudo, vemos nas epístolas que o Espírito Santo já tinha vindo quando elas estavam sendo escritas (1 Coríntios 6:19-20).

"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações..." (Mateus 28:19). Na conclusão dos evangelhos, esta missão ainda não tinha sido cumprida, com exceção que Marcos suplementa brevemente a missão informando o leitor que "eles foram e pregaram por toda parte..." mas não dá nenhum pormenor. Mas ao tempo em que as epístolas são escritas, o evangelho tinha sido pregado "em todo o mundo" (Colossenses 1:6).

Onze apóstolos (Lucas 24:33). Na conclusão dos evangelhos, há onze apóstolos. Judas não está mais entre eles, tendo cometido suicídio pelo seu remorso por ter "traído sangue inocente". Mas ao tempo das epístolas, há, em acréscimo a estes, um certo apóstolo chamado Paulo, desconhecido nos evangelhos. Não somente isso, mas a maioria das epístolas foi escrita por ele. Fora do livro de Atos, saberíamos muito pouco sobre como foi que este antigo perseguidor da igreja se tornou um embaixador tão dedicado em seu favor (1 Coríntios 1:1).

"... fazei discípulos de todas as nações" (Mateus 28:19). Há muito dito sobre os discípulos do Senhor nos evangelhos, mas nunca foram antes referidos como "cristãos". Eram conhecidos como "cristãos" nas epístolas (1 Pedro 4:16). De onde veio esse nome? Sabemos disto somente no livro de Atos (Atos 11:26).

Nenhum governo de igreja local. Não havia nada dito sobre o governo da igreja local. Como uma igreja local operaria? Foi somente mais tarde que Deus revelou o que queria, e homens foram apontados para serem presbíteros e supervisionar a obra da igreja local da qual faziam parte (Atos 20:17; Filipenses 1:1).

Redenção (Mateus 26:28). Quando os evangelhos terminam, Jesus tinha pago o preço da redenção humana com seu sangue derramado na cruz. Contudo, os evangelhos terminaram antes do evangelho ser proclamado aos pecadores ou que o primeiro pecador fosse batizado em Cristo para o perdão dos pecados. Contudo, nas epístolas, temos discípulos que foram "sepultados com Cristo no batismo" e foram "libertados dos pecados" (Romanos 6:3,4,7). É no Livro de Atos que encontramos o primeiro sermão do evangelho pregado, e o primeiro convite: "arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo" (Atos 2:38).

Alguns fatos chaves no livro de Atos

"Escrevi o primeiro livro, ó Teófilo, relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar..." (Atos ). Lucas é o historiador que escreveu o livro de Atos, sendo ele mesmo uma testemunha de muito do que foi registrado ali. O "primeiro livro" que ele menciona acima é o evangelho que ele escreveu e que também leva o seu nome. Ele fez pesquisa cuidadosa, entrevistando testemunhas oculares e registrando, por inspiração, os fatos que ele tinha compilado (Lucas 1:1-4).

O livro de Atos termina abruptamente, falando de Paulo como prisioneiro em Roma e continuando, mesmo como prisioneiro, a levar avante a "grande comissão" que tinha sido dada aos apóstolos por Jesus três décadas antes, "... pregando o reino de Deus e, com toda intrepidez, sem impedimento algum ... as coisas referentes ao Senhor Jesus Cristo" (Atos 28:31). Talvez o modo abrupto do fim seja devido ao fato que Lucas escreveu os eventos até o tempo que era o presente para ele. Outra possibilidade é que o ponto era que a "história" do desempenho da missão do Senhor não tem "fim", ou pelo menos ainda não o atingiu. Discípulos estão, ainda hoje, pregando e ensinando "as coisas referentes ao Senhor Jesus Cristo...."

A atitude dos apóstolos ajuda a entender por que tiveram tanto sucesso no desempenho da missão. Esta atitude é vista, por exemplo, na resposta de Pedro e João aos governantes que simplesmente os proibiram de continuar a ensinar sobre Jesus. Eles responderam: "... pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos." (Atos 4:20).

O livro de Atos é também o registro de muitas das conversões que aconteceram durante os primeiros trinta anos do evangelho. Vezes e mais vezes pessoas são trazidas ao ponto da fé em Jesus. Quando elas perguntam o que devem fazer, feito, são instruídos a obedecerem ao evangelho de Cristo. Aos que crêem é dito que se arrependam e sejam batizados para o perdão dos pecados. Esta resposta é repetida através de todo o livro. "E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dele" (Atos 22:16).

Assim, esse é o Livro de Atos em poucas palavras. É importante estar familiarizado com ele de modo que nosso entendimento dos evangelhos que o precedem bem como as epístolas que o seguem possam ser realçados. O livro é certamente bem colocado em nosso Novo Testamento, funcionando como uma ponte entre os evangelhos e as epístolas, e mostrando-nos a igreja do Senhor em ação, abençoada por Deus e empenhada na sua palavra.

-por Jon Quinn

Leia mais sobre este assunto:
A Revelação de Deus: Uma Vista Panorâmica da Bíblia


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA