Share Button

Pérolas dos Provérbios
Honestidade nos Negócios

"Balança enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer" (Provérbios 11:1).

Faça este pequeno teste com somente três perguntas. Responda para si mesmo, mas seja totalmente honesto em suas respostas. Você faz uma compra de R$7,00 e paga com uma nota de R$10,00. A pessoa no caixa devolve R$2,00 de troco. O que você faria? Você faz a mesma compra de R$7,00 e paga com a nota de $10,00. Ela devolve R$4,00 de troco. O que você faria? Você respondeu às perguntas honestamente?

Muitas pessoas, até algumas que alegam ser discípulos de Cristo, mostram uma dificuldade enorme quando se fala de honestidade. Podem até se achar honestas em geral, mas quando o assunto negócios comerciais, já esquecem destes princípios. Usam vários argumentos para "justificar" a desonestidade: "Todo mundo faz"; "Se eu não mentir, eu não vendo"; "O chefe me obriga a mentir"; etc.

Não há dúvida que a desonestidade domina na sociedade atual. A corrupção se encontra nos mais altos níveis de grandes empresas e entre oficiais do governo. Promessas insinceras, representações falsas de produtos e serviços e diversos tipos de subornos se tornaram comuns no mundo dos negócios.

Mas o servo de Deus se procede de uma maneira diferente. Ele prefere perder a venda do que comprometer o seu caráter. Para ele é melhor pagar mais na compra do que sacrificar a sua integridade.

O discípulo de Cristo entende que a balança pesa igualmente na compra e na venda. O que é justo para o outro é justo também para ele. Ele jamais terá problemas na situação descrita no início deste artigo. Quando recebe menos troco do que o devido, ele corrige o erro do caixa e pede a diferença. E quando recebe mais do que o certo, ele também corrige o erro e devolve a diferença! Assim, ele usa uma balança justa.

Esta honestidade leva aonde? Vai dar vantagem nos negócios? Nem sempre. O comerciante honesto que fala a verdade, cumpre suas promessas e paga seus impostos pode sofrer num mercado dominado por desonestidade e corrupção. Mas, ele terá a boa consciência, ganhará o respeito das pessoas que o conhecem, e manterá a sua esperança da vida eterna na presença do Deus justo.

E a desonestidade leva aonde? Pode até dar vantagem nos negócios. Mas o comerciante desonesto perderá a confiança de outras pessoas, viverá ferindo a própria consciência e, pior ainda, ofendendo o Criador. No final das contas, terá que enfrentar o fato que "os injustos não herdarão o reino de Deus" (1 Coríntios 6:9).

-por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
O Cristão e os Problemas Financeiros


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA